Conheça os melhores fundos de obrigações de novembro


Em novembro, os fundos de obrigações nacionais apresentam uma rendibilidade média de 0,3%, abaixo dos 0,7% que apresentou o mercado, com os seus cerca de 240 produtos, de acordo com dados publicados pela Morningstar.

Já os fundos de ações obtiveram uma rendibilidade mensal de 1,89% e os de alocação fixaram-se em 0,46%. Já os de mercado monetário tiveram uma rendibilidade mensal muito modesta com 0,07%.

Santander a liderar

No mês de novembro, os dois fundos de obrigações com melhores rendibilidades no mercado nacional pertencem ao Santander Asset Management. O melhor fundo desta classe foi o Santander Ibérico Maio 2013 que é um fundo especial de investimento aberto em obrigações que obteve uma rendibilidade de 1,456%. A principal posição pertence a dívida soberana nacional a 4,45% e que representa quase metade da carteira. Logo depois aparecem as obrigações da Portugal Telecom I 5,875% com praticamente 25% da carteira. Destaque ainda para dívida estatal de Espanha com mais de 13% da carteira.

Já o segundo melhor fundo do mês foi o Santandar Ibérico Premium Julho 2013, que tal como o anterior, é um fundo especial de investimento aberto em obrigações. Em novembro o produto conseguiu uma valorização de 1,142% e tem como posição dominante em carteira, mais de 50%, dívida pública portuguesa a 4,45%. A segunda maior posição pertence a Cabk 3,125% com vencimento em maio de 2018. Já as obrigações da Portugal Telecom com uma taxa de 5,875% fecham o top 3 das maiores posições.

Millennium no top 3

Já o fundo de Investimento Aberto de Obrigações da Millennium Gestão de Activos, Rendimento Mensal, fecha o pódio do mês de novembro na categoria analisada. Este fundo é mais equilibrado na sua composição, onde cerca de 60% pertence a Obrigações e o restante a liquidez. A maior posição pertence ao ativo BlueBay Investment Grade Libor Acc B EUR, com 2,7%.  Na segunda posição aparece o Granite Master Iss FRN e fecha o top 3 dívida soberana italiana com um cupão de 2,149%.

(Análise Funds People a partir de dados cedidos pela Morningstar)
Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 3 Siguiente