Tags: Negócio |

Como foi o último mês de 2016 no segmento mobiliário?


A Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios - APFIPP - já deu a conhecer os dados relativos ao último mês do ano passado. De acordo com a Associação, o segmento dos fundos mobiliários, em Portugal, fechou o mês de dezembro com os ativos sob gestão a situarem-se em 11.100 milhões de euros, um valor mais alto em 2,3% do que o registado em novembro. Já se compararmos com o final de 2015, assistimos a uma descida a rondar os 7%, ou seja, uma descida de cerca de 800 milhões de euros.

Captações líquidas (muito) negativas

Uma das explicações para a queda dos ativos sob gestão nos fundos mobiliários, ao longo do ano passado, reside no montante das captações líquidas. De acordo com a Associação, as captações líquidas em 2016 foram negativas, com os resgates a superarem as subscrições em 923 milhões de euros. Assim, e em termos totais, as subscrições no mercado nacional superaram os 4.480 milhões de euros, com as saídas de dinheiro (subscrições e liquidações) a atingirem um montante superior a 5.403 milhões de euros.

Analisando apenas o mês de dezembro, o valor das captações líquidas foi positivo, na ordem dos 160,9 milhões de euros. Foi  o valor mais alto registado ao longo do ano passado, tal como o gráfico seguinte mostra. Dos doze meses do ano, apenas em quatro as captações líquidas tiveram saldo positivo, sendo que todos esses meses pertencem ao segundo semestre do ano.

Captações líquidas mensais em 2016

captacoes_liquidas_2016

Fonte: AFPIPP no final de dezembro de 2016. Em milhões de euros.

Menos um fundo a fechar o ano

No que diz respeito ao número de fundos mobiliários, no mês de dezembro assistimos à liquidação de um: o BPI Poupança Acções que fazia parte do portefólio da BPI Gestão de Activos. Desta forma, o último mês do ano fechou com 174 fundos de investimento,  menos um do que em novembro. Face ao final do ano passado, houve um decréscimo de 8% no número de fundo, tendo passado de 190 para 174 fundos mobiliários.

Notícias relacionadas

O Mais Lido

Próximos eventos