Como fechou o ano a alocação dos seguros PPR


Instrumentos conservadores por natureza, muitos com capital garantido, os seguros PPR acumulam quase 19,45 mil milhões de euros em ativos nas carteiras de investimento agregadas, segundo dados da Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF). 

O perfil conservador destes veículos de poupança a longo prazo está patente na alocação das respetivas carteiras. Cerca de 55% dos ativos estão investidos em dívida pública e 32% em obrigações de empresas. As ações representam uns meros 4% do total e os fundos de investimento outros 4%, muito embora esta última rubrica não esteja desagregada por classe de ativos. 

No último trimestre do ano o montante global neste tipo manteve-se praticamente inalterado (-0,7% ou -141 milhões de euros). As carteiras mantiveram-se igualmente praticamente estáticas em termos de alocação. A variação mais relevante aconteceu na componente de liquidez (numerário e depósitos), que desceu de 6% da carteira agregada para 4%, num total de 766,8 milhões de euros no final de 2019. 

 

Captura_de_ecr__2020-03-19___s_15

Notícias relacionadas

O Mais Lido