Tags: Negócio |

Comissões de Fundos e Seguros com impacto positivo nas comissões líquidas do Santander Totta


Nos resultados relativos ao primeiro trimestre de 2018, o Santander Totta revelou um resultado líquido no período de 130,5 milhões de euros, o que segundo a entidade corresponde a uma subida de 5% face ao mesmo período do ano passado.

António Vieira Monteiro, presidente executivo do Banco, destacou que “para este bom resultado contribuíram crescimentos homólogos de 25,5% do Crédito e de 16,6% dos Recursos”, destacando também “as quotas de mercado da produção de crédito a empresas, 21%, e do crédito à habitação, 23,2% bem como a quota de 26,1% que o Banco alcançou nas linhas de financiamento às PME’s”.

Maior diversificação dos clientes

Bons resultados foram também os alcançados no que toca às comissões líquidas, que cifraram um crescimento de 10,2%, ascendendo aos 93,9 milhões de euros, e beneficiando assim “do impacto positivo das comissões de fundos e seguros comercializados pelo Banco, e de meios de pagamento”. No comunicado da entidade é mesmo referido que “os fundos de investimento comercializados e os seguros mantêm uma evolução dinâmica tendo aumentado 26,4% no ano e 4,5% no trimestre, o que reflete a estratégia de diversificação dos recursos de clientes”. 

Em termos anuais destaque também para o crescimento dos recursos de clientes fora de balanço: estes incrementaram-se 26,4% de 2017 para 2018, terminando março nos 5.530 milhões de euros. Os fundos de investimento, por seu turno, neste período registaram um incremento de 40,6% para os 2.127 milhões de euros, ao passo que os seguros e outros recursos aumentaram  18,8% para os 3.403 milhões de euros.

recusos santander totta