Tags: Negócio |

Comissões da gestão de activos do BPI recuam 19,7%


As comissões líquidas do negócio de gestão de activos do BPI recuaram para 29,0 milhões de euros, nos primeiros nove meses deste ano, o que corresponde a uma descida de 19,7% face ao valor de 36,1 milhões de euros registado no período homólogo de 2011.

Apesar desta quebra, as comissões líquidas totais aumentaram entre Janeiro e Setembro, em 15,8% para 217,6 milhões de euros, beneficiando dos aumentos registados nas áreas de banca comercial e banca de investimento (excluindo em ambas comissões de fundos de investimento, fundos de pensões e de ‘private banking’, que constam, de forma agregada, na rubrica referente à gestão de activos).

Na banca de investimento, as comissões líquidas tiveram um crescimento homólogo de 39%, para 15,4 milhões de euros, “reflectindo principalmente comissões de liderança e colocação nas emissões de obrigações de empresas realizadas no período”, sublinha o BPI.

Na banca comercial, as comissões tiveram um aumento de 23,1% para 173,3 milhões de euros, segundo o comunicado de apresentação dos resultados dos primeiros nove meses deste ano.

 

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido