Tags: Obrigações | Ações |

Cinco das 10 maiores posições dos FIM são em cotadas que não estão no PSI 20


As 10 maiores participações dos fundos de investimento mobiliário (FIM) no capital de empresas portuguesas incluía, no final do mês passado, cinco cotadas que não integram a composição actual do índice de referência da bolsa portuguesa.

De acordo com o relatório mensal de Abril, divulgado pela APFIPP, estas empresas são a Sonae Capital (onde os FIM detêm 7,63% do capital), o Espírito Santo Financial Group (3,99% do capital), a Ibersol (3,58% do capital), a Toyota Caetano (3,11%) e a SAG Gest (2,67%), as mesmas que no mês de Março, com ligeiras variações em base mensal no capital detido.

A Novabase continua a ser a cotada em que os fundos mobiliários detêm maior percentagem de capital, 9,41%, em ligeiro decréscimo face aos 10,09% no mês anterior. Entre as cotadas que integram o PSI 20 seguem-se a Zon Multimédia (3,26% do capital), Sonae Indústria (3,04% do capital), Semapa (2,65% do capital) e Altri (2,30% do capital).

No total, no final de Abril, as 20 maiores posições dos fundos mobiliários no capital das empresas portuguesas correspondiam a 295.397.856 acções e 176.827.844 euros. Considerando todas as acções nacionais, o valor ascendia 300 milhões de euros, de acordo com o relatório mensal divulgado pela APFIPP.

Notícias relacionadas

O Mais Lido