Tags: Negócio |

Chart of the week: Emissões Green em euros disparam


(O 'Chart of the Week -...' é da autoria de Aitor Zubeldia, gestor na IM Gestão de Ativos)

chart

Fonte: Bloomberg

Uma das grandes tendências na indústria de gestão de ativos tem sido o aumento da oferta de produtos (fundos) com estratégias de investimento que incorporam parâmetros ambientais, sociais e de governo societário, para além dos financeiros.

A resposta por parte dos emitentes a este aumento de procura tem sido evidente e tem vindo a evoluir rapidamente. Desta forma, as empresas têm feito o esforço de integrar uma matriz de atuação “ESG” no cerne das estratégias empresariais, permitindo ir ao encontro das necessidades da indústria.

Este novo rumo vê-se refletido com novas emissões de obrigações para financiamento de projetos “green”. Assim, desde a primeira emissão em 2013 que o mercado desta subclasse em concreto tem vindo a crescer substancialmente, até chegar aos € 43 mil milhões em 2019, o que representa um crescimento anualizado de 39%.

Geograficamente as empresas europeias lideram neste tipo de emissões, já que representam 41% do total emitido. A nível nacional há dois exemplos de empresas que já se adequaram aos novos tempos: a EDP, com três emissões “green” e o Grupo Pestana, com uma emissão “green”.

Assim, podemos concluir que as bases para um contínuo crescimento desta subclasse estão estabelecidas e que as empresas irão continuar a aproveitar um mercado com taxas a níveis baixíssimos e o aumento da procura por parte dos investidores.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido