Chart of the Week - Coroa da Noruega arrastada pelo petróleo


(O 'Chart of the Week' desta semana é da autoria de Filipe Garcia, Economista e Presidente da IMF - Informação de Mercados Financeiros)

xdaEDA

A Noruega é reconhecida como uma das economias mais robustas do ponto de vista financeiro. O país 20190328_213519quqtem o maior fundo soberano do mundo, é rating AAA, é o 2º em PIB per capita na Europa (só atrás do Luxemburgo) e a sua conta-corrente é estruturalmente superavitária.

Apesar do recente corte de taxas de juro para 1%, na sequência da crise Covid-19, a coroa da Noruega ainda remunera com juros positivos, contrastando com o euro e, mais recentemente, com o dólar.

No entanto, este contexto de robustez financeira não tem ajudado a coroa da Noruega nas principais crises, pelo que não é vista uma típica “moeda refúgio”.

Conforme se pode verificar no gráfico, a coroa da Noruega (que aparece com o câmbio NOK/EUR no gráfico de cima), tem tido uma correlação quase perfeita com a evolução dos preços do petróleo, sobretudo desde o início de 2018, o que se explica pelo facto de a exploração de hidrocarbonetos constituir cerca de 55% a 60% das suas exportações.  A recente queda do petróleo teve consequências no Eur/Nok, levando a coroa para mínimos históricos, com cotações já acima de 11.50 coroas por euro.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

Próximos eventos