Tags: Obrigações | Europa |

Chart of the Week - A evolução da taxa de juro a cinco anos alemã


(O Chart of the Week desta semana é da autoria de Francisco Almeida, CFA, FRM, fixed income portfolio manager do Banco CTT)

image003__1_

Fonte: Bloomberg

A evolução da taxa de juro na Alemanha a 5 anos continua em valores negativos. A “barriga” da curva de rendimento é particularmente sensível às expectativas de política monetária. A recente aversão ao risco motivada pela Turquia poderá ter criado um movimento de risk-off diminuindo as yields, mas ao avaliar as expectativas económicas e a forward guidance do BCE, é interessante comparar o cenário no verão de 2016, fevereiro deste ano e a cotação atual.

Os mínimos de yield de -0.62% foram atingidos em julho de 2016 numa altura em que o BCE comprava mensalmente €85 mil milhões ao abrigo do seu programa de PSPP, o PIB crescia a 1.7%, petróleo pelos 46 dólares por barril e a taxa de inflação nuns magros 0,1%.

franciscoalmeidaEm fevereiro deste ano as expectativas eram mais animadoras, altura em que a yield a 5 anos alemã atingiu os 0,13%: O BCE comprava €30 mil milhões por mês em títulos, o PIB crescia acima do seu potencial em 2,5% no primeiro trimestre de 2018, o preço do petróleo cotava pelos 65$ o barril e a inflação foi de 1,1%.

Hoje, sabemos que o BCE irá reduzir as compras mensais para €15 mil milhões no último trimestre e provavelmente irá terminar o programa, o PIB cresceu 2.2% no segundo trimestre deste ano, o petróleo cota acima dos 70$ e a inflação na Zona Euro atingiu os 2.1% em julho.

A taxa de juro a 5 anos está, neste momento, aproximadamente a meio caminho entre os mínimos de julho de 2016 e os máximos recentes de fevereiro de 2018. Estará este valor bem sustentado? 

Nota: a informação e análise é da exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, a opinião do Banco CTT.

Profissionais

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente