Tags: Negócio |

Certificados do Tesouro captam 12 milhões em Maio


As emissões ascenderam a 20 milhões de euros no mês passado, enquanto as amortizações foram de oito milhões, o que corresponde  subscrições positivas de 12 milhões de euros, reflectindo a capacidade de atracção da poupança dos portugueses. Em Abril este saldo tinha sido positivo em 16 milhões de euros, em Março de 13 milhões, em Fevereiro de 8 milhões e em Janeiro de 17 milhões de euros.
No acumulado dos primeiros cinco meses do ano, as entradas de dinheiro nos certificados do Tesouro ascenderam a 139 milhões de euros e as saídas a 74 milhões, o que se traduz num saldo de 65 milhões.
As taxas mais atractivas que os certificados do Tesouro pagam ajudam a justificar o sucesso face aos certificados de aforro,  de onde, em Maio, foram retirados 208 milhões de euros, tendo entrado apenas 22 milhões, o que representa um saldo negativo de 186 milhões de euros. No acumulado desde o início do ano, os resgates já superaram mil milhões de euros.