Certificados de aforro apresentam saldo positivo em Janeiro


 

Os certificados de aforro voltaram a apresentar um saldo positivo entre o valor aplicado e retirado pelos portugueses, em Janeiro, o que acontece pelo segundo mês consecutivo, de acordo com o boletim mensal divulgado pelo IGCP.

Assim, no primeiro mês deste ano o montante das emissões ascendeu a 84 milhões de euros, enquanto o das amortizações foi de 69 milhões de euros, o que representa um saldo positivo de 15 milhões de euros.  De referir que, no passado mês de Setembro, foram alteradas, e melhoradas, as remunerações deste tipo de produto, para o tornar mais atractivo.

Em termos totais estavam aplicados no final de Janeiro 9,68 mil milhões de euros em certificados de aforro, mostra o boletim mensal divulgado pela Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública. Um saldo que compara com 9,67 mil milhões em Dezembro do ano passado e 11,38 mil milhões em Dezembro de 2011.

Nos certificados do Tesouro registaram-se novamente resgates no montante de três milhões de euros, situando-se o saldo no final de Janeiro em 1.413 milhões de euros (era de 1.416 milhões em Dezembro de 2012 e de 1.308 milhões um ano antes). Não houve entradas de dinheiro, dado que a subscrições deste produto ficou suspensa a partir de 1 de Setembro do ano passado.

Notícias relacionadas

O Mais Lido