Portugal regista o mais elevado volume de investimento em imobiliário comercial


“Portugal regista o mais elevado volume de investimento em imobiliário comercial num semestre”. Assim o diz a consultora imobiliária CBRE.

O setor imobiliário ultrapassa as expectativas para o mercado, mantendo um elevado ritmo de atividade. Verifica-se, na análise conduzida pela CBRE, que a “continuação das taxas de juro, a níveis historicamente reduzidos, assegura uma elevada liquidez a nível global, parte da qual está a ser canalizada para o mercado imobiliário em níveis nunca antes registados”. O facto de haver muita procura para pouca oferta, faz com que o setor reforce a sua atratividade.

Relativamente a yields, estas mantiveram-se estáveis em todos os setores: “em 4,5% nos ativos de escritórios e de comércio de rua (yield bruta), 4,75% nos centros comerciais (yield líquida) e 6,5% em imóveis de logística (yield bruta)”. A análise continua com a possibilidade de haver uma “compressão de 25 pontos base em alguns setores, até ao final do ano; no entanto a maior valorização dos ativos deverá resultar da subida do valor das rendas”, conclui o relatório.

Segundo a CBRE “o semestre destaca-se por incluir no top 10 das mais elevadas transações de sempre, um total de 3 negócios – o portfólio da Blackstone, compreendendo o Forum Montijo, o Forum Sintra e o Sintra Retail Park; o Dolce Vita Tejo; e o Lagoas Park”.

2

“O investimento em centros comerciais rondou os 650 milhões de euros no primeiro semestre, num total de 4 centros comerciais incluindo os 3 acima mencionados bem como o SerraShopping”, revela a análise.

Encontrando-se atualmente em comercialização ou entrando brevemente, outros 11 centros comerciais, “a CBRE prevê que o ano de 2018 encerre com aproximadamente 1.400 milhões de euros de investimento no setor, claramente um recorde histórico”, destaca o relatório.

A equipa de Research da CBRE conclui a sua análise com o comentário de Cristina Arouca, Diretora de Research da CBRE, acerca dos resultados: “O investimento em imobiliário comercial de rendimento supera todas as expetativas e reflete a manutenção de uma elevada liquidez a nível global e as perspetivas de um significativo crescimento dos valores das rendas em Portugal.”

Notícias relacionadas