Tags: Negócio |

Categorias com todos os FIM positivos mais que duplica num mês


Analisando o resumo estatístico das medidas de rendibilidade e risco divulgadas de Agosto conclui-se que a categoria de Fundos de Acções da América do Norte mantém-se com a que tem a rendibilidade anualizada dos últimos 12 meses mais elevada - 21,4% - sendo o produto que tem maior retorno o Santander Acções América (36,26%) e o que tem menor o BPI América - Categoria E (4,69%).

Em segundo lugar, com uma rendibilidade média de 9,51% no final de Agosto, estão os Fundos de Acções Sectoriais, com o Montepio Euro Healthcare com o retorno mais elevado (23,08%) e o Montepio Euro Utilities com o menor (0,54%); e em terceiro encontram-se os Fundos de Obrigações Euro, com uma valorização média a 12 meses de 9,32%, que corresponde ao único fundo com dados desta categoria, o Popular Euro Obrigações.

Além destas tinham ainda todos os fundos com rendibilidades médias positivas no final do mês passado as categorias de: Fundos de Fundos Predominante Acções (7,97%), Outros Fundos de Acções Internacionais (7,24%), Fundos de Obrigações Taxa Fixa Euro (6,66%), Fundos Mistos Predominantemente Acções (6,45%), Fundos de Fundos Mistos (5,70), Fundos Mistos Predominantemente Obrigações (5,67%) e Fundos de Fundos Predominantemente Obrigações (5,16%); há cerca de um mês estas categorias ainda incluíam um ou mais fundos com retorno anual negativo. Destas apenas a de sectoriais não tinha, há cerca de um mês, todos os fundos com retornos positivos.

Nas três categorias que falta mencionar todos os produtos mantiveram uma rendibilidade anualizada média a 12 meses positiva; nestas incluem-se a de Fundos de Tesouraria Euro (3,44%), Fundos Especiais de Investimento Monetário de Curto Prazo (2,64%) e Fundos do Mercado Monetário Euro (2,27%).

Empresas

O Mais Lido