Carmignac reforça a equipa do Carmignac Sécurité com uma nova cogestora


A Carmignac procura reforçar a equipa que tem a cargo  um dos seus “fundos bandeira”. A boutique parisiense anunciou a incorporação de Marie-Anne Allier como cogestora dos fundos de obrigações europeias Carmignac Sécurité e Carmignac Portfolio Securité. Allier irá juntar-se à Carmignac a 29 de abril para trabalhar no escritório de Paris ao lado de Keith Ney, que gere o fundo Carmignac Sécurité desde 2013, e reportará a Rose Ouahba, responsável pela equipa de obrigações.

O reforço chega após um 2018 dececionante para os seus investimentos. O fundo de obrigações euro, que conta com o selo Funds People e a classificação Blockbuster, fechou o exercício anterior com uma queda de 2,73%, no percentil 87 da sua categoria. É uma mancha pequena num historial bom face aos seus concorrentes, já que a cinco anos se situa no percentil 22.

Atualmente a sua carteira está em mais de 60% investida em dívida corporativa com uma clara preferência pelas emissões de curta duração, para minimizar assim o impacto que têm no ciclo económico, e com um rating da carteira médio de A-. Deixa, portanto, um tanto parada a dívida high yield, a qual salvo algumas exceções considera que “não compensa em termos de rentabilidade e risco já que não está a oferecer prémio suficiente neste momento”, segundo contava Ney numa recente visita a Madrid.

Allier junta-se à Carmignac vinda da Amundi, onde era responsável pela equipa de gestão de obrigações europeias desde 2010. Anteriormente, ocupou postos de alta responsabilidade em gestão de obrigações na SG Asset Management e na GTI Finance. Começou a sua caminhada como gestora de obrigações na Sogeposte.

Estamos contentes por receber uma gestora com tanto talento como Marie-Anne na equipa de gestão de obrigações da Carmignac, dado que representa um conhecimento exaustivo neste âmbito que se torna idóneo para o complexo contexto em que vivemos atualmente. Os seus sólidos conhecimentos no âmbito da alocação de ativos no segmento das obrigações europeias, tanto em dívida pública como corporativa, constituirão um ativo chave para a gestão do fundo Carmignac Sécurité em colaboração com Keith Ney”, comenta Rose Ouahba, responsável da equipa de obrigações da Carmignac.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido