Tags: Negócio |

Captações dos fundos facilitadas pela domiciliação internacional


As entradas líquidas, no mês de Agosto, indicam que os fundos internacionais registados no Luxemburgo e Dublin atraem muito mais investidores comparativamente a outras geografias onde o enquadramento legal de registo dos fundos dificulta a entrada a diferentes tipos de investidores.
 
Os cerca de 30.000 fundos internacionais analisados captaram, assim, um valor de 21.022 milhões de euros no global face aos 162 milhões captados por fundos domiciliados em Portugal. Salienta-se que os produtos europeus domiciliados em França e Suíça ocupam, respectivamente, o segundo e terceiro lugares, com entradas de 4.535 milhões de euros e 783 milhões de euros.
 
Dos 33 países com fundos domiciliados que a Lipper Thomson Reuters analisa, quase 50% tiveram entradas líquidas negativas no mês de Agosto, destacando os fundos domiciliados no Reino Unido como os mais penalizados, com um valor negativo de 617 milhões de euros.

Notícias relacionadas

O Mais Lido