Tags: Obrigações |

Caixagest Obrigações Mais é pelo quarto mês consecutivo o fundo de obrigações que mais captou


Julho foi um mês positivo para o segmento obrigacionista, e, segundo alguns, gestores de obgrigações houve um aumento da confiança por parte dos investidores, originando, assim, uma menor preocupação na hora de investir.

Segundo dados da Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios (APFIPP) de um total de 23 fundos de obrigações, dez deles arrecadaram captações líquidas positivas, o que correspondeu a cerca de 357 mil euros.

Num universo de produtos obrigacionistas que conseguiram fluxos líquidos superiores a 3 milhões de euros, destacamos cinco fundos de cinco entidades distintas. E o primeiro deles, pelo quarto mês consecutivo a ocupar o topo de tabela, é o fundo da Caixagest Caixagest Obrigações Mais. Com 50,08% da carteira investida em empresas, o produto fechou o mês de julho com 17,8 milhões de euros em entradas líquidas.

Logo atrás, com cerca de menos 8 milhões de euros do que o fundo da Caixagest, surge a gestora GNB Gestão de Ativos com o fundo de investimento alternativo NB Rendimento Plus. Gerido por João Zorro, o produto registava cerca de 9,7 milhões de euros em subscrições líquidas no final de julho.

A gestora Santander Asset Management surge imediatamente a seguir, com o fundo Santander Multicrédito. Com um volume sob gestão de 139 milhões de euros, o produto gerido por Carmen Borondo conseguiu à volta de 9,3 milhões de euros em captações líquidas no período.

Atrás, o fundo BPI Obrigações Mundiais, da responsabilidade da BPI Gestão de Activos, fixa-se na quarta posição da tabela ao registar cerca de 5,4 milhões de euros. Com um património de 110,4 milhões de euros, o produto criado em 1994 apresenta um risco de investimento de nível 3.

Por último, a Crédito Agrícola Gest marca posição com o último fundo a registar captações na casa dos milhões. O produto CA Rendimento teve quase 4 milhões de euros em captações líquidas no final de julho.

Sem_T_tulo

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas