Tags: Consultoria |

Caixagest e F&C são as gestoras com mais de 10 mil milhões sob gestão discricionária


A Caixagest e a F&C Portugal são as duas gestoras, entre as 12 que constam do relatório da APFIPP, cujo valor da carteira de gestão discricionária é superior a 10 mil milhões de euros.

De acordo com dados do final de Setembro, a Caixagest tem 18.165,2 milhões de euros sob gestão, o que corresponde a uma quota de mercado de 36,6% e a um aumento de 0,5% face ao mês anterior e de 9,0% desde início deste ano.

O segundo lugar é ocupado pela F&C Portugal, com um volume de activos sob gestão de 13.933,5 milhões de euros (quota de 28,1%), em alta de 1,6% face a Agosto, mas em queda de 3,8% desde o começo de 2012. A F&C foi a sociedade que em Setembro mais cresceu em termos absolutos, com 216,2 milhões de euros.

As duas gestoras representam mais de metade do mercado, tendo uma quota de mercado conjunta de 64,7%.

Seguem-se depois cinco gestoras cujo valor das carteiras sob gestão discricionária é superior a mil milhões de euros, ESAF - GP (5,7 mil milhões), Santander Asset Management (4,9 mil milhões), BPI Gestão de Activos (4,2 mil milhões), Crédito Agrícola Gest (1,3 mil milhões) e Montepio Gestão de Activos (1,01 mil milhões). Abaixo deste montante estão BPN Gestão de Activos (222,6 milhões), Orey Financial (57,5 milhões), MNF Gestão de Activos (17,6 milhões), BMF (13,3 milhões) e Dunas Capital (9,9 milhões de euros), tendo sido a sociedade gestora que mais cresceu mensalmente em termos percentuais (4,3%), de acordo com o mesmo relatório.

Quanto aos clientes, 98,1% são investidores residentes em Portugal, sendo a categoria mais representativa as seguradoras, que detêm o maior volume dos activos sob gestão (69,4% do total). As carteiras dos fundos de investimento foram as que, segundo a APFIPP, registaram maior aumento percentual nos activos sob gestão, em Setembro (2,5%). A classe de activos mais representativa nas carteiras de gestão de patrimónios era a de obrigações diversas (42,6%), tendo aumentado a sua quota no mês passado face às restantes classes.

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido