Tags: Negócio |

Caixagest cimenta posição enquanto entidade com maior AuM


Nono mês do ano terminado, mas o panorama das sociedades gestoras de fundos de investimento mobiliário manteve-se inalterado. Conforme demos conta, o relatório estatístico mensal publicado pela Associação Nacional de Fundos de Investimento, Pensões e Património, relativo a setembro, revela que o valor dos ativos geridos pelos fundos de investimento mobiliário ascendeu a 11.936,3 milhões de euros.

No que diz respeito às entidades gestoras, a Caixagest não só mantém o primeiro lugar, como cimenta a sua posição enquanto entidade com maior volume de ativos sob gestão. De facto, os 2.680,3 milhões de euros de AuM registados no mês de setembro, possibilitaram à entidade consolidar a sua posição – o que se traduz numa quota de mercado de 30,8%.

A BPI Gestão de Activos e a Santander Asset Management, por sua vez, mantiveram o segundo lugar e terceiro lugar, respetivamente. A BPI Gestão de Activos terminou o mês de setembro com um património sob gestão de 3.287,3 milhões de euros, alcançando uma quota de mercado de 27,5%. Já a Santander Asset Management apresentou uma quota de mercado de 15,6% e um volume de ativos sob gestão de 1.859,3 milhões de euros.

O maior crescimento, em termos percentuais, pertenceu à Popular Gestão de Activos, com 9,3% – aumento de 12,8 milhões de euros para 151,6 milhões de euros em ativos sob gestão. No entanto, o maior crescimento, em valores absolutos, foi registado pela Caixagest, que verificou um aumento de 101,9 milhões de euros (2,8%).

Desde o início do ano, o panorama é bastante diferente. Isto porque a Bankinter Gestão de Ativos com 132,3% foi a entidade que maior crescimento em termos percentuais registou, enquanto que a Santander Asset Management com 347,9 milhões de euros foi responsável pelo maior crescimento, em valores absolutos.

Quanto ao saldo de subscrições menos resgates, a Caixagest surge como a entidade com melhor saldo – 78,5 milhões de euros em subscrições líquidas. De seguida surgem a IM Gestão de Ativos, com 30,9 milhões de euros, e a Santander Asset Management, com 26,6 milhões de euros.

Recorde-se que a IM Gestão de Ativos está no processo de incorporação dos fundos da CA Gest e que o Grupo Santander anunciou a aquisição do Grupo Popular, medidas que deverão ter um impacto significativo neste ranking. 

Captura_de_ecra__2017-10-25__a_s_09

Fonte: APFIPP, 30 de setembro
 
Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido