Fundger incorporar-se-á na Caixa Gestão de Ativos


A Caixa Geral de Depósitos vai juntar a Fundger à Caixa Gestão de Ativos através de uma fusão por incorporação. Segundo o projeto de fusão publicado pela CGD, todos os elementos do ativo e do passivo da Fundger que integrem o seu património na data da conclusão da fusão serão transferidos de forma global para a esfera patrimonial da Caixa Gestão de Ativos.

“A projetada fusão permitirá racionalizar a estrutura organizacional e de administração das sociedades, representando assim mais uma etapa no âmbito da racionalização e simplificação das sociedades gestoras de fundos de investimento pertencentes ao grupo CGD”, pode ler-se no projeto de fusão divulgado pela CGD. Os principais motivos para esta fusão apresentados pela entidade prendem-se com a criação de uma estrutura de gestão única, a formação de uma sociedade gestora de ativos de maior relevo e a oferta de produtos e soluções integradas e convergentes.

Tendo como principais objetivos a simplificação e uma maior eficiência da estrutura de gestão e a criação de uma sociedade gestora de ativos com dimensão relevantes e com capacidade para aumentar a projeção do mercado português, a CGD considera que esta fusão é “um passo lógico e essencial para o desenvolvimento de uma estrutura de crescimento comum e que permitirá capitalizar e exponenciar as potencialidades de cada uma das sociedades”.

A fusão ainda será sujeita ao parecer do Banco de Portugal, mas caso de a autorização por parte do supervisor não chegar até 31 de dezembro de 2019,  a competência da autorização passa para a CMVM, ficando o processo concluído apenas em 2020.

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido