Tags: Gestores |

CA Património Crescente e Fundimo entre os fundos mais rentáveis a um ano


Numa análise à rentabilidade dos fundos de investimento imobiliário, olhamos especificamente para dois tipos de fundos abertos: fundos abertos de acumulação e fundos abertos de rendimento. De acordo com a informação fornecida pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios (APFIPP), as melhores rendibilidades a um ano não foram superiores a 4% nos fundos de acumulação e a 5% nos fundos de rendimento.

No caso específico dos fundos abertos de acumulação, o mais rentável foi o CA Património Crescente, gerido pela Square Asset Management e que, a um ano, obteve uma rendibilidade de 3,98%. Trata-se de um fundo constituído por valores imobiliários localizados na União Europeia e na OCDE e que, no mesmo período, assume um nível de risco baixo (2). Um fundo gerido pela Interfundos, o AF Portfólio Imobiliário, encontra-se próximo, com uma rendibilidade de 3,44% e um nível de risco também baixo (2). Este fundo, que investe o seu capital predominantemente em bens imóveis, pode também investir a sua liquidez em numerário, depósitos bancários, certificados de depósito, unidades de participação de fundos de tesouraria e valores mobiliários.

A fechar o top 3 dos fundos abertos de acumulação mais rentáveis a um ano está o Imonegócios, um fundo gerido pela Imofundos e que atua predominantemente na área do comércio e serviços. A um ano, obteve uma rendibilidade 2,74%, com um nível de risco baixo (2).

x

Fonte: APFIPP, 31 de dezembro de 2017

Já nos fundos abertos de rendimento, o destaque vai para o Fundimo. O fundo gerido pela Fundger obteve, a um ano, uma rendibilidade de 4,21% e assumiu um risco de nível considerado baixo (1). É um fundo imobiliário aberto de distribuição e dedica-se à aplicação de poupanças dos aforradores. Com uma rendibilidade de 3,95% e um nível de risco baixo (2) está o Imofomento, gerido pela BPI Gestão de Activos. Este fundo aposta na diversificação, tanto ao nível geográfico (embora atue predominantemente nas regiões de Lisboa e Porto) como em termos setoriais (ainda que a sua carteira seja composta maioritariamente por escritórios e comércio).

Também com uma das melhores rendibilidades nesta categoria está o NB Património. O fundo da GNB Gestão de Ativos investe maioritariamente em agências bancárias e armazéns e registou 3,91% a um ano, com um nível de risco baixo (2).

x

Fonte: APFIPP, 31 de dezembro de 2017

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido