BPI Acções Portugal é o fundo da categoria com melhor retorno


A melhoria do desempenho do índice de referência da bolsa portuguesa tem contribuído para puxar pelos fundos de investimento mobiliários (FIM) que apostam em acções nacionais, com as rendibilidades a reflectirem essa tendência mais positiva.

A 4 de Outubro, entre os seis fundos que integram a categoria de Acções Nacionais, apenas um se mantinha com um retorno negativo, sendo o BPI Acções Portugal aquele que registava melhor desempenho, uma rendibilidade anualizada a 12 meses de 5,32%.

Além deste, de acordo com os dados  de rendibilidade e risco dos FIM, divulgados pela APFIPP,  estavam o Millennium Acções Portugal (+3,83%), o Banif Acções Portugal (+3,56%), o Espírito Santo Acções Portugal (3,31%) e o Santander Acções Portugal (0,43%).

O único que ainda tinha um retorno negativo a um ano era o Caixagest Acções Portugal – de -5,21% -, sendo que uma semana não havia fundos de acções nacionais com rendibilidade positiva a 12 meses.

De referir que, durante o mesmo período temporal, o índice de referência da bolsa portuguesa registou uma valorização de cerca de 1,7%, estando com uma queda de 31% a um ano.

Empresas

Notícias relacionadas