Tags: Emergentes |

BlackRock confia na evolução do Brasil


Tanto do ponto de vista do investimento como de desenvolvimento de negócio, a BlackRock confia na evolução do Brasil, segundo referiu Armando Senra, responsável da entidade para a América Latina, numa recente entrevista à Bloomberg TV.

Questionado sobre a percepção dos investidores relativamente ao risco associado ao investimento nesta região, o responsável da gestora norte-americana respondeu que “quando analisamos os principais mercados da região em que opera a BlackRock encontramos governos estáveis, boas políticas macroeconómicas, um sólido consumo local e uma demografia interessante. Estas são algumas das razões pelas quais continuamos positivos para os mercados latino-americanos tanto do ponto de vista do investimento como do desenvolvimento de negócio”.

O Brasil, no entanto, tem tido um baixo desempenho que, no entender de Armando Senra, é consequência da intervenção do Governo. “As medidas tomadas pelo Banco Central e próprio Governo para tornar os custos de investimento e negócio mais baixo tiveram o seu impacto. Contudo, consideramos que estão são as medidas que conduzirão o Brasil a um crescimento económico na ordem dos 3-4%”, acrescentou.

O responsável da BlackRock sublinhou, ainda, que o facto do principal índice brasileiro, Bovespa, estar a perder quase 8% desde o início do ano e ter recuado cerca de 16% em 2012 é o que leva os investidores a reconsiderarem o investimento no país. Todavia, Armando Senra, diz que, “numa análise cuidadosa, estamos perante empresas sólidas”. Quanto a sectores, salienta a actividade do sector das infraestruturas que impulsionará, novamente no futuro, o consumo interno do Brasil. “Esta é a razão pela qual estamos positivos no longo prazo quanto a esta região de investimento”, conclui.

Empresas