Tags: Negócio |

BiG passa a disponibilizar serviço de Banco Depositário para fundos mobiliários


No final de 2015, a Funds People Portugal dava-lhe conta do reposicionamento do BiG no que toca à equipa de Wealth Management (WM), área que se subdivide em Private Wealth Management (PWM) e em Institutional Wealth Management (IWM).

A interação entre essas áreas era relatada na altura como simbiótica e, quase dois anos depois, Peter Rodrigues, diretor da área de Wealth Management, fala mesmo de um “crescimento em ambas as áreas”, que se materializou no alargamento do número de elementos nas equipas. Nas áreas de custódia, depósitos e gestão de ativos, o crescimento tem sido visível, avanço que se reflete num “incremento dos ativos sob supervisão da entidade”, hoje superior a 3 mil milhões de euros.

Em parcerias estabelecidas com Sociedades de Consultoria para Investimento, Gestoras de Ativos ou Boutiques de Investimento, o BiG tem de si próprio uma definição assente: “Vemos muito o BiG como um acumulador de ativos”, sintetizou o profissional, realçando também que privilegiam a lógica de trabalho em arquitetura aberta, bem como a prevalência do factor independência.  “Tudo no BiG é montado em função das necessidades do cliente”, assinala.

Novidade: Banco Depositário de fundos mobiliários

Da parte de clientes institucionais, Pedro Coutinho, diretor adjunto da área de Institutional Wealth Management, introduziu aquela que é uma das grandes novidades no negócio. “Muito recentemente passámos a disponibilizar o serviço de Banco Depositário de fundos mobiliários para Asset Managers, adiantou. As gestoras de ativos que pretenderem assumir este compromisso com o BiG podem contar, segundo Pedro Coutinho, com “um banco bastante capitalizado e tecnologicamente avançado”. Acoplado a este serviço de Banco Depositário, a entidade acrescenta o valor de outros serviços complementares para os gestores profissionais, como é o caso do serviço de “Research, corretora e ainda a plataforma de distribuição de fundos estrangeiros do BiG”. Fazendo parte do serviço de Banco Depositário estão “um software de última geração e alguns reportes importantes na ótica da gestão, operativa e de risco”.

Oferta atual

Atualmente a oferta do BiG – para investidores mais self directed – disponibiliza uma gama de produtos ampla em termos de risco que vai desde os tradicionais depósitos à ordem até aos produtos de maior risco. No segmento de aconselhamento, por sua vez, continuam a disponibilizar soluções, como por exemplo, os serviços de Equity advisor, Fund advisor e ETF advisor, “propostas que resultam do input de várias equipas em simultâneo”.  

Por fim, na área de produtos de Gestão de Ativos, a oferta estrutura-se entre PPRs e Unit-linked. Os Unit-linked (denominados de gama BiG Alocação) abarcam vários perfis de risco, assim como os PPRs, que se dividem em dois perfis, o Taxa Plus (de Obrigações) e o Alpha (best ideas do BiG).

 

 

 

 

 

 

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas