Tags: Negócio |

BCP ultrapassa a Galp como a cotada nacional favorita


Foram revelados os “Indicadores de síntese dos organismos de investimento coletivo e dos fundos de investimento alternativo” relativos ao mês de abril, por parte da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários e registaram-se algumas alterações.

O relatório publicado revela que em abril, “o valor sob gestão dos organismos de investimento coletivo em valores mobiliários (OICVM) totalizou 9.767,5 milhões de euros”, valor que representa um crescimento de apenas 0,4% face ao mês passado. Do lado dos fundos de investimento alternativos, a tendência negativa parece manter-se, com o valor sob gestão a cair 1%, para 1.784,4 milhões de euros. Recorde-se que em fevereiro e em março este valor caiu 2,5% e 0,1%, respetivamente.

A publicação destaca, ainda, que o valor das aplicações em dívida pública nacional “cresceu 5,8% para 365,0 milhões de euros” no mês de abril. Já em março, e segundo a CMVM, este valor registou um aumento de 34,7%, o que revela uma clara tendência de preferência por esta subclasse de ativo.

BCP passa a ser a cotada nacional favorita

O valor investido em ações no mercado nacional manteve o crescimento no mês de abril, embora mais contido, registando um aumento de 0,4% face ao mês passado. O valor total fixou-se, assim, nos 174,1 milhões de euros.

De acordo com a publicação, “o BCP foi o título que mais pesou nas carteiras dos fundos, representando 9,6% do total investido”. Em março, o BCP foi também a cotada nacional favorita, remetendo a Galp para segundo lugar. Por outro lado, a Sonae SGPS manteve-se em terceiro lugar, embora tenha registado uma queda de 2,1%.

No panorama internacional, a Siemens manteve-se como o título favorito da União Europeia, assim como a Apple como título favorito fora da UE.

Quotas de mercado das gestoras nacionais com poucas alterações

Conforme demos conta, a BPI Gestão de Activos ultrapassou a Caixagest tornando-se na entidade com maior quota de mercado. O mês de abril não registou quaisquer alterações, mantendo-se as três mesmas entidades no pódio.

Assim, e de acordo com os dados publicados pela CMVM, com 30,5%, a BPI Gestão de Activos ocupa a primeira posição, com 29,6% surge a Caixagest e, por fim, com 14,4% mantém-se a IM Gestão de Activos. Importa realçar que, em abril, a BPI Gestão de Activos registou um crescimento de 0,2% na sua quota de mercado, enquanto que a Caixagest registou uma dimuição de 0,2% face a março passado.

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido