Tags: Negócio |

BCP com prejuízo de 796 milhões até Setembro


O resultado líquido consolidado do BCP foi negativo em 796,3 milhões de euros entre Janeiro e Setembro deste ano, o que compara com um lucro de 97,6 milhões de euros no período homólogo de 2011, revelou o banco em comunicado.

A penalizar o resultado estiveram as “imparidades e provisões constituídas na actividade em Portugal nos primeiros nove meses de 2012, no montante de 813,0 milhões de euros, e pelo registo de imparidades para perdas estimadas e pelo resultado líquido negativo gerado na operação na Grécia, no montante global de 531,6 milhões de euros”, refere o BCP.

Nas operações na Polónia, Moçambique e Angola, o banco obteve um lucro de 174,2 milhões de euros, mais 1,2% que em igual período de 2011.

A margem financeira consolidada recuou 35,6% para 770,6 milhões de euros, evidenciando “os impactos do efeito taxa de juro desfavorável” e do “efeito volume de negócios negativo”. Os resultados em operações financeiras totalizaram 358,8 milhões de euros, o que compara com 181,2 milhões no período homólogo, e o resultado de serviços e comissões desceu 13,2% para 516 milhões de euros, reflectindo uma quebra de 2,2% nas relacionadas com o negócio bancário e de 17,7% nas dos mercados financeiros, “como resultado da persistência de factores de incerteza nos mercados de capitais”.

Tal traduziu-se num produto bancário de 1,65 mil milhões de euros, em queda de 16,7% face aos primeiros nove meses do ano passado.

O crédito a clientes (bruto) desceu 5,9% para 69,1 mil milhões de euros, enquanto os recursos totais de clientes aumentaram 3,1% para 66,5 mil milhões, tendo os depósitos registado uma subida de 4,3% para 47,3 mil milhões. O rácio de crédito sobre depósitos melhorou no referido período, passando de 152% para 138%, de acordo com o comunicado de resultados do banco.

Notícias relacionadas

O Mais Lido