Tags: Negócio | Pensões |

BBVA Fundos: as contas de 2018


O ano de 2018 foi positivo para os ativos sob gestão da BBVA Fundos que encerrou o exercício com 388 milhões de euros sob gestão, um acréscimo de 4.15% face ao ano anterior. A quota de mercado da entidade, segundo dados da ASF situava-se nos 2% (com referência a setembro de 2018). O número de fundos de pensões sob gestão manteve-se inalterado no ano – quatro PPR, um fundo fechado e quatro fundos de pensões abertos.

“Em 2018 a BBVA Fundos manteve uma orientação comercial focada na comercialização de Fundos Abertos e Fundos Poupança Reforma, tendo-se observado um acréscimo de 19.1% no total de ativos sob gestão de Fundos Abertos e um decréscimo de 1.4% nos Fundos Poupança Reforma relativamente ao ano de 2017”, pode ler-se no Relatório e Contas da entidade relativamente a 2018.

Captura_de_ecra__2019-06-03__a_s_17

No exercício o total de comissões da BBVA Fundos atingiu os 2,9 milhões de euros o que traduz um aumento de 11,7% face ao ano anterior. Este acréscimo aconteceu em função do incremento do volume de fundos sob gestão.

Captura_de_ecra__2019-06-03__a_s_17

Os custos de estrutura, segundo dados do relatório, totalizaram, em 2018, 737 mil euros, um valor 19,8% superior ao registado no ano anterior.

Captura_de_ecra__2019-06-03__a_s_17

Os resultados líquidos do ano atingiram os 1,62 milhões de euros, o que compara com os 1,50 milhões de euros do ano de 2017. 

Captura_de_ecra__2019-06-03__a_s_17

Empresas

Notícias relacionadas