Tags: Obrigações | Ações |

Banca portuguesa coloca 1,2 mil milhões de obrigações de quatro cotadas


Em comunicado, o BPI adianta que o valor final destas “superou em quase 50% o montante inicial oferecido, que era de 800 milhões de euros”, tendo a procura total atingido 1.488 milhões de euros e superado em cerca de 25% a oferta final.
O banco liderado por Fernando Ulrich, “única instituição que participou nas cinco operações, foi líder-conjunto em quatro e colocou 645 milhões de euros, que correspondem a 55% do total”, acrescenta na mesma nota.
Desde Dezembro de 2011 foram realizaram emissões a EDP (duas, no montante total de 450 milhões de euros), a Semapa (300 milhões de euros), a Zon (200 milhões de euros) e a Brisa (225 milhões).
Em curso está uma emissão da Sonae, que visa a colocação de 100 milhões de euros (com maturidade a três anos e cupão de 7%), e outra da Portugal Telecom, que tem como valor inicial 250 milhões de euros (emissão a quatro anos, com uma taxa de 6,25%).
Além do BPI fizeram parte dos sindicatos bancários o BCP, o Barclays, o BES, o Banif, o Banco Popular, a CGD e o BBVA, estando ainda no da emissão da Sonae o Deutsche Bank e o Banco Carregosa.