Tags: Negócio |

Atualização dos indicadores de recessão: os sinais mudam, a cautela mantém-se


(TRIBUNA de Jeff Schulze, CFA, estratega de Investimentos da Legg Mason AM. Comentário patrocinado pela Legg Mason AM.)

Com dois sinais a deteriorarem-se e um a melhorar, o Painel de Controlo de Risco de Recessão da ClearBridge continua sem alterações, com uma indicação geral amarela.

Conclusões principais

• Há dois indicadores do Painel de Controlo de Risco de Recessão da ClearBridge que pioraram: o indicador ISM New Orders (Institute for Supply Management – Novas encomendas) passou de amarelo a vermelho após uma leitura fraca em agosto, e as Margens de Lucro das Empresas passaram de verde a amarelo depois das revisões das contas do Produto Interno e do Rendimento Nacional (NIPA) e de uma debilidade continuada.

• O sentimento relativamente ao emprego passou de amarelo para verde dado que as reações de “há muitos empregos” registaram o seu segundo maior aumento de sempre e os “empregos difíceis de encontrar” voltaram a níveis de ciclo baixos.

• Com dois sinais a deteriorarem-se e um a melhorar, o Painel de Controlo de Risco de Recessão da ClearBridge mantém-se inalterado, com uma indicação geral amarela.

O ISM Novas Encomendas na Indústria passa a vermelho.

O Índice dos Gestores de Compras no setor industrial (PMI) do Instituto de Gestão da Oferta (ISM) é uma medida da atividade das empresas dos EUA largamente seguida. Este inquérito acompanha o ciclo de negócios, antecipando períodos de atividade económica crescente e decrescente. O valor de referência caiu para 49,1 em agosto, abaixo do nível de rendibilidade de 50, o que significa que o setor da indústria nacional contraiu pela primeira vez em quatro anos.

Apesar de muitos intervenientes do mercado se concentrarem no valor de referência do ISM, a nossa pesquisa direcionou-nos para a subcomponente das Novas Encomendas, que tende a anteceder em alguns meses o ISM mais alargado. Intuitivamente, o foco nos fluxos de negócios deve proporcionar uma boa leitura antecipada sobre a atividade no futuro, com a ressalva de que este sinal pode sofrer mais ruído se houver cancelamentos ou adiamentos de encomendas. Tipicamente, o indicador Novas Encomendas ISM fica abaixo de 48 antes de uma recessão. Esta medida caiu para 47,2 em agosto, igualando o valor mais baixo desde a crise financeira global (Documento 1) e fazendo o indicador mudar de amarelo para vermelho.

Documento 1: As Novas Encomendas na Indústria estão a dar sinais de contração

1

As Margens de Lucro das Empresas passam a amarelo

O segundo sinal no Painel de Controlo de Risco de Recessão da ClearBridge que mudou este mês foi o relativo às Margens de Lucro das Empresas. Apesar de as margens relativas às empresas de grande e mega-capitalização de mercado estarem a aguentar relativamente bem, as margens relativas às pequenas e médias empresas estão a ficar sob pressão crescente. De acordo com o inquérito NFIB Small Business (pequenas empresas), o custo do trabalho continua a ser um fator desfavorável importante para estas empresas de menor dimensão. Com efeito, 77% dos americanos trabalham em empresas com menos de 500 trabalhadores. A título indicativo, a empresa média no índice Russell 2000 tem 3 679 trabalhadores. Sem qualquer surpresa, é aquilo que designa por “Main Street” que impulsiona a economia dos EUA.

Como resultado desta dinâmica, as margens de lucro das Contas do Produto Interno e do Rendimento Nacional (NIPA) (que são avaliadas pelo painel de controlo) são um barómetro muito melhor para a economia. Esta série sofreu uma acentuada revisão em baixa relativamente a vários anos de dados durante o verão, e tem continuado a atenuar mais recentemente (Documento 2). Com as empresas ditas Main Street a serem forçadas a cortar na despesa para preservarem as margens, os seus fornecedores podem também ser forçados a reduzir a atividade. Tipicamente, as empresas reduzem primeiro as horas antes de despedirem trabalhadores devido aos custos significativos associados às contratações e aos despedimentos. A boa notícia é que os pedidos de subsídio de desemprego (relativos a layoffs) em estados com muita indústria, como a Pensilvânia, Ohio e Wisconsin ainda não estão a aumentar. No entanto, as horas de trabalho semanais de um trabalhador da indústria diminuíram 0,7 horas no último ano, e as horas extraordinárias sofreram um corte de 0,5 horas, ao mesmo tempo que as margens podem sofrer pressão devido ao aumento dos direitos aduaneiros.

2

O sentimento relativamente ao emprego melhora, regressa ao verde

Em finais de junho, o sentimento relativamente ao emprego passou a amarelo depois do quinto maior salto nas respostas “é difícil arranjar emprego” no historial do Inquérito sobre Confiança dos Consumidores da Conference Board. Apesar de a confiança global do consumidor ter caído a pique em agosto – o Índice de Confiança dos Consumidores da Universidade de Michigan caiu de 98,4 para 89,9 — os dados da Conference Board relativos à confiança dos consumidores parecem muito mais robustos. Especificamente, as respostas de “é difícil arranjar emprego” voltaram a valores de ciclo baixos, enquanto as respostas “há muitos empregos” registaram a sua segunda maior subida de sempre. Apesar de o número de empregos criados nos últimos anos ter sido recentemente revisto em baixa num valor um pouco acima dos 500 000 empregos, as vagas de emprego continuam a ser superiores ao número de trabalhadores desempregados em mais de 1,25 milhões, o que sugere um mercado de trabalho forte. Muito importante, o nosso indicador do Sentimento relativamente ao Emprego voltou à sua tendência dos últimos meses, sugerindo que a guerra comercial EUA-China não afetou significativamente o mercado de trabalho.

INFORMAÇÃO IMPORTANTE:

Todos os investimentos envolvem riscos, incluindo a possível perda do capital investido. O valor dos investimentos e o rendimento dos mesmos poderá diminuir ou aumentar, pelo que o investidor poderá não conseguir recuperar o montante inicialmente investido, e pode ser afetado por flutuações nas taxas de juro, taxas de câmbios, condições gerais do mercado, desenvolvimentos a nível político, social e económico, e outros fatores variáveis. O investimento envolve riscos que incluem, mas não se limitam a possíveis demoras nos pagamentos e perda de rendimentos ou capital. Nem a Legg Mason nem nenhuma das suas filiais garante qualquer taxa de retorno ou o retorno do capital investido. Os títulos representados por ações estão sujeitos a flutuações de preços e a uma possível perda do capital investido. Os títulos de rendimento fixo envolvem riscos de taxa de juro, crédito, inflação e reinvestimento; e a possível perda do capital investido. À medida que as taxas de juro sobem, o valor dos títulos de rendimento fixo desce. Os investimentos internacionais estão sujeitos a riscos especiais que incluem flutuações cambiais, incerteza de natureza social, económica e política, que podem aumentar a volatilidade. Estes riscos são agravados nos mercados emergentes. As mercadorias de base e as divisas comportam riscos agravados que incluem condições de mercado, políticas, regulamentares e naturais, e podem não ser indicadas para todos os investidores. O desempenho no passado não garante resultados no futuro. Informamos que um investidor não pode investir diretamente num índice. Os retornos dos índices não geridos não refletem quaisquer comissões, despesas ou encargos de venda. As opiniões e visões aqui expressas não visam servir de base a uma previsão ou prognóstico de acontecimentos ou desempenho efetivos no futuro, garantia de resultados no futuro, recomendações ou conselho. As afirmações constantes deste material não pretendem ser recomendações de compra ou venda de quaisquer valores mobiliários. As declarações prospetivas estão sujeitas a incertezas que podem provocar desenvolvimentos e resultados concretos que divirjam significativamente das expectativas manifestadas. Esta informação foi preparada a partir de fontes consideradas fiáveis, mas o rigor e integralidade da informação não podem ser garantidos. A informação e as opiniões expressas pela Legg Mason ou pelas suas filiais são atuais à data indicada, estão sujeitas a alterações sem aviso prévio, e não tomam em consideração os objetivos de investimento específicos, situação financeira ou necessidades de investidores individuais. A informação contida neste material é confidencial e exclusiva e não pode ser utilizada senão pelo utilizador a que se destina. Nem a Legg Mason nem as suas filiais ou qualquer representante ou funcionário da Legg Mason aceita qualquer responsabilidade por qualquer perda resultante da utilização deste material ou do seu conteúdo. Este material não pode ser reproduzido, distribuído ou publicado sem autorização prévia por escrito da Legg Mason. A distribuição deste material pode estar sujeita a restrições em certas jurisdições. Quaisquer pessoas que fiquem na posse deste material devem procurar aconselhamento relativamente a detalhes dessas restrições e respeitá-las (se for caso disso). Este material pode ter sido preparado por um consultor ou entidade associada a uma entidade referida adiante através de um controlo ou propriedade conjunta da Legg Mason, Inc. Salvo indicação em contrário, o símbolo “$” representa dólares dos EUA. Este material destina-se apenas a distribuição nos países e aos destinatários indicados na lista. Esta promoção financeira é emitida pela Legg Mason Investments (Ireland) Limited, com sede em 6th Floor, Building Three, Number One Ballsbridge, 126 Pembroke Road, Ballsbridge, Dublin 4, D04 EP27. Registada na Irlanda, sob o n.º de sociedade 271887. Autorizada e regulamentada pelo Banco Central da Irlanda.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas