Tags: Negócio |

As sociedades gestoras de patrimónios que mais cresceram no ano


O segmento de gestão de patrimónios configura-se como o segmento mais relevante do universo de gestão de ativos nacional em termos de ativos sob gestão. São cerca de 40 entidades que operam sob a supervisão da CMVM no segmento de gestão individual de carteiras, gerindo um total de 63.463,4 milhões de euros.

O ano de 2017 foi positivo para o segmento, considerando que os montantes globais sob gestão apresentaram um crescimento de 1,52%, embora este crescimento possa parecer modesto num ano em que os ativos de investimento apresentaram retornos significativos nas diversas classes de ativos.

Em termos de quota de mercado continua a ser a Caixagest a entidade líder do mercado, com 34,4% do património, embora a F&C Portugal (BMO GAM) e a BPI Gestão de Ativos tenham ganho terreno ano, com crescimentos na ordem dos 13,04% e 7,24% respetivamente.

Entre as entidades que gerem mais de 100 milhões de euros, destaque para o crescimento de quase 33% dos ativos sob gestão do Banco Carregosa, 19,36% do Bankinter e 18,67% do BiG. Outras gestoras de patrimónios com crescimento acima de 10% são a Golden Wealth Management - entidade que recentemente passou por um processo de rebranding - BCP, IBCO, a anteriormente referida F&C Portugal (BMO) e o Santander Asset Management.

Captura_de_ecra__2018-01-26__a_s_16

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido