Tags: Ações |

As seis razões da UBS AM pelas quais há que apostar em small caps


Chegou o momento de olhar para as small caps europeias. Pelo menos é o que acredita Thomas Angermann, gestor da UBS AM, que enumerou recentemente enumerou seis razões pelas quais, na sua opinião, convém manter uma visão construtiva sobreeste segmento de mercado.

1. Segundo explica, as small caps oferecem um perfil de rentabilidade ajustada ao risco muito mais atrativo a longo prazo do que o investimento em empresas de grande e mediana capitalização. Para demonstrar esta afirmação, o gestor desagregou o MSCI Europe All Cap Index segundo a capitalização das distintas empresas que o integram (large caps, mid caps e small caps) e a cinco períodos diferente (1, 5, 10, 15 e 20 anos). O estudo de Angermann demonstra que, a longo prazo (período superiores a 5 anos ) o rácio Sharpe do segmento mais pequeno é superior à mediana e à grande capitalização.

dado

2. A segunda razão faz referência às valorizações. No seu juízo, as small caps cotizam a preços atrativos. Para justificar esta afirmação, dividiu os lucros entre os preços que valem as empresas de pequena e média capitalização em diferentes regiões. A conclusão a que chegou é que a rendibilidade destes segmentos é superior.

Captura_de_ecra__2016-05-31__a_s_15

3. O terceiro argumento em que se apoia o gestor da UBS AM, encontra-o nem tanto nos resultados obtidos pelas empresas. “As empresas de pequena e média capitalização têm um grande potencial”, afirma. Segundo a análise realizada pelo especialista, a percentagem de empresas com crescimentos positivos de lucros por ação é muito significativo, sobretudo nos EUA, Japão e Reino Unido.

Captura_de_ecra__2016-05-31__a_s_12

4. O quarto motivo é o potencial de fusões e aquisições (M&A) que oferecem as small caps europeias. “Depois de ter cortados nos custos, as M&A são um método alternativos para melhorar as margens”, revela.

Captura_de_ecra__2016-05-27__a_s_12

5. O facto das small caps serem empresas pouco seguidas pelos analistas é uma clara vantagem, assegura Angermann. Segundo os seus dados, a média de número de analistas que cobre uma empresa de grande capitalização é vinte. No caso das small caps, esse valor reduz-se para cinco. “Se a tua análise é correta, isso vai permitir encontrar melhores oportunidades de investimento a longo prazo”, assinala.

\69ba3d44153c975c

6. A última razão que justifica a sua aposta nas small caps é que no seu entender estas empresas oferecem exposição a temas com um potencial de crescimento estrutural. “A maior penetração da internet no mundo, a demografia e a saúde são algumas destas temáticas. Em todas elas se podem encontrar empresas pequenas que estão muito bem posicionadas para aproveitar estas tendências”, conclui.

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido