Tags: Negócio |

As gestoras de patrimónios que mais cresceram em março


O segmento de gestão de patrimónios em março voltou a derrapar. Segundo os dados que a APFIPP compila, o decréscimo no mês foi de -0,19%, o que se traduziu em ativos sob gestão neste segmento a rondarem os 58,1 mil milhões de euros.

No mês em análise, contudo, conseguem-se apontar algumas entidades que conseguiram crescer. Debruçando-nos sobre as que conseguiram maior crescimento percentual, verifica-se que a Dunas Capital foi, sem dúvida, a entidade que maior incremento percentual alcançou no período. A gestora tem agora um carácter ibérico, recorde-se que adquiriu recentemente a espanhola Inverseguros, tendo alcançando ainda um acordo para comprar a gestora de fundos imobiliários Selecta. No mês em análise a gestora conseguiu crescer 7,92% dos 6,9 milhões de euros para os 7,4 milhões de euros.

A segunda entidade com um crescimento mais avultado no mês de março foi a Crédito Agrícola Gest. A sociedade gestora registou no mês um crescimento percentual muito próximo dos 2%, fechando o terceiro mês do ano muito próxima dos 2,2 mil milhões de euros de ativos sob gestão.

Em termos percentuais, destaque ainda para a Orey Financial, que no mês em análise teve um crescimento de 1,78%.  O segmento de gestão de patrimónios da entidade passou dos 4,60 milhões de euros no final de fevereiro para os 4,69 milhões no final do período em análise.

Fotografia da gestão de patrimónios em março

Captura_de_ecra__2016-05-2__a_s_14

Fonte: Informação cedida pela APFIPP
Empresas

O Mais Lido