As entidades líderes na auditoria de fundos de investimento mobiliários nacionais


Comparativamente com o ano de 2013, muita coisa mudou na lista de auditoras dos fundos de investimento mobiliários portugueses. Os dados disponibilizados pela plataforma Morningstar Direct mostram que atualmente o grande nome em destaque na auditoria a fundos de investimento mobiliários é a BDO & Associados, SROC, que dos quase 190 fundos de investimento mobiliários com domicílio em território nacional, tem a seu cargo a fiscalização de 55.

Quando em 2013 a Funds People efetuou esta mesma análise, a KPMG & Associados – integrante do grupo de consultoras denominado de ‘Big Four’ – era a grande “vencedora”, com 59 fundos a seu cargo. Atualmente, a entidade apenas examina as contas de 18 fundos, todos pertencentes à IM Gestão de Ativos.

Importante é também assinalar que a Lei nº 16/2015 de fevereiro de 2015 determina que “o auditor do organismo de investimento coletivo não pode ser auditor, nem pertencer à rede do auditor, da empresa-mãe em que a entidade responsável pela gestão consolida as suas contas” (Veja o documento completo aqui). Precisamente esta mudança regulatória pode ter sido, de alguma forma, a responsável pela distinta “fotografia” atual das entidades que mais fundos auditam.

Ranking atual

Captura_de_ecra__2016-05-18__a_s_11

 

Como já referido, a BDO & Associados, SROC é a auditora que mais fundos nacionais audita atualmente. Dos 55 produtos cujas contas tem a seu cargo, 20 pertencem à Montepio Gestão de Activos, 11 à Banif Gestão de Activos, 9 são geridos pela Optimize Investment Partners, 7 fazem parte da Popular Gestão de Activos, enquanto 6 são pertencentes à Lynx Asset Managers, e 2 integram o leque da MCO2. 

No segundo posto aparece a Mazars & Associados, SROC, que presta serviços personalizados nas áreas de Auditoria e Revisão de Contas, Contabilidade, Assessoria Fiscal, Consultoria e Advisory Services. A empresa está responsável pela auditoria de 28 fundos da BPI Gestão de Activos, 23 da Santander Asset Management e 1 da FundBox, o que no total soma 52 produtos.

Apenas no terceiro lugar do ranking há lugar para uma das ‘BIG Four’. A Ernst & Young Audit & Associados - Sroc, SA audita no mercado nacional 28 produtos, todos eles pertencentes à mesma entidade: a Caixagest, que para além de ser a maior gestora de fundos mobiliários portuguesa, é também a que disponibiliza a gama mais completa de produtos. A Deloitte & Associados SROC, por seu lado, audita 24 produtos, pertencentes à Dunas Capital (4 fundos) e GNB Gestão de Activos (20 fundos).

Veja abaixo a lista completa de auditoras, e respectivo número de fundos por gestora:

Captura_de_ecra__2016-05-18__a_s_11

Notícias relacionadas

O Mais Lido

Próximos eventos