Tags: Ações | EUA |

As maiores posições dos fundos de ações América nacionais


Em Portugal, a oferta de produtos que se foca do outro lado do Atlântico Norte pode apelidar-se de restrita. No total, são quatro os fundos que se focam neste mercado e pertencem a quatro entidades distintas: o BPI América, da BPI GA, o Caixagest Acções EUA, da Caixagest, o IMGA Acções América, da IMGA, e o Santander Acções América, da Santander AM.

Segundo os dados recolhidos através da Morningstar Direct e do site das próprias gestoras com referência a 31 de outubro, é possível verificar que as dez maiores posições de cada um dos produtos atrás referidos difere relativamente. Tal situação não é de estranhar, já que o mercado norte-americano totaliza quase 30 biliões de dólares de capitalização bolsista e, por isso, deixa muita margem de manobra (que é como quem diz de empresas) para os gestores investirem.

Top 10 da carteiras dos fundos de ações América nacionais 

BPI América % Caixagest Acções EUA  % IMGA Acções América %  Santander Acções América %
Apple Inc 3,87 Boeing Co 7,4 Microsoft Corp 4,60 Goldman Sachs Group Inc 6,62
Lam Research Corp 2,42 UnitedHealth Group Inc 7,09 Alphabet Inc C 4,17 JPMorgan Chase & Co 6,10
FedEx Corp 2,22 3M Co 6,11 JPMorgan Chase & Co 4,15 Johnson & Johnson 5,72
Cummins Inc 2,22 The Home Depot Inc 5,64 Apple Inc 3,66 Exxon Mobil Corp 5,69
PerkinElmer Inc 2,05 Goldman Sachs Group Inc 5,53 Facebook Inc A 3,36 Wal-Mart Stores Inc 5,09
Agilent Technologies Inc 2,05 Visa Inc Class A 4,78 Amazon.com Inc 2,59 American Express Co 4,05
Progressive Corp 1,93 Apple Inc 4,77 Johnson & Johnson 2,29 Intel Corp 3,86
Constellation Brands Inc  1,88 Johnson & Johnson 4,55 Berkshire Hathaway Inc B 2,08 UnitedHealth Group Inc 3,84
Baker Hughes 1,81 International Business Machines Corp 4,16 UnitedHealth Group Inc 1,72 Apple Inc 3,61
Intel Corp 1,79 Chevron Corp 4,07 General Dynamics Corp 1,56 McDonald's Corp 2,71
Fonte: Morningstar e site das entidades, no final de outubro. São considerados apenas os investimentos diretos em ações norte-americanas, pelo que o investimento em futuros, ETFs ou fundos de investimento não são tidos em conta. ​

Contudo, ainda assim, há posições chave em carteira para cada um dos fundos. É o caso da empresa tecnológica Apple, que no final de outubro estava presente no top 10 de todas as carteiras dos quatro fundos em causa. O produto que maior exposição percentual alocava à gigante norte-americana de tecnologia era o Caixagest Acções EUA, com uma percentagem de 4,77%. Esta não é uma opção de estranhar já que a Apple é a maior empresa cotada dos EUA. Em Portugal, segundo, os últimos dados da CMVM referentes ao investimento protagonizado pelos OICVM nacionais, datados de novembro de 2017, a Apple era a cotada em que estes produtos mais investiam no mercado fora da UE: no caso 22,8 milhões de euros.

A empresa americana de higiene e saúde Johnson & Johnson é outro dos pesos pesados nas carteiras destes fundos, à exceção de um: o BPI América. Todos os restantes têm exposição à empresa no seu top 10, mas é o Santander Ações América que maior percentagem aloca à companhia americana, no caso 5,72%. Situação semelhante é também protagonizada pelo UnitedHealth Group, que se dedica à área de cuidados de saúde. A empresa entra no top 10 de todos os fundos desta categoria, à exceção do BPI América.

Concentração no top 10 da carteira 

Nesta análise é possível também perceber quais destes fundos apresentam uma maior concentração de património nas dez maiores posições em carteira. Como é possível verificar na tabela abaixo, o Caixagest Acções EUA é quem protagoniza uma maior concentração de posições no top 10. Verifica-se assim uma disparidade grande entre a concentração nos fundos nacionais, visto que há uma diferença de mais de 30% entre a carteira mais concentrada e a menos, do BPI América. 

BPI América Caixagest Acções EUA  IMGA Acções América  Santander Acções América
22,40% 54,10% 30,18% 47,29%
Fonte: Morningstar e site das entidades, no final de outubro.
 

 

 

Empresas

Notícias relacionadas