Tags: Gestores |

As áreas que as gestoras reforçaram em fevereiro


Como todos os meses, revemos na Funds People as contratações menos faladas, mas igualmente relevantes na indústria da gestão de ativos. Contratações que nos dão uma pista dos nichos nos quais as gestoras internacionais estão a reforçar.

Um dos grandes movimentos foi a reforma de Mike Servant, um dos cogestores de peso na boutique britânica Merian (a antiga Old Mutual GI).

Com o objetivo de impulsionar a sua área de crédito global e em resposta à evolução das necessidades de investimento dos clientes, a Schroders contratou como subdiretor de Crédito para a Europa Julien Houdain, vinda da Legal & General. Houdain reportará a Patrick Vogel, responsável de Crédito para a Europa. Vai também gerir o recém-lançado Schroder ISF Global Credit Income Short Duration, e colaborará com a equipa de Crédito na gestão do Schroder ISF Global Multi Credit ou o Schroder ISF Global Credit Income.

Também no Reino Unido, a britânica Artemis IM tem um novo diretor de investimentos. Matthew Beesley vai juntar-se à empresa no fim de abril vindo da GAM, onde também ocupava este cargo. Substitui no Peter Saacke, gestor na empresa desde 2002 e CIO entre 2007 e 2011. Saacke optou por dar um passo atrás nas suas funções para se centrar unicamente na gestão de fundos da Artemis.

Quem também um novo diretor de negócio é iM Global Partner. Anunciaram a nomeação de Philippe Uzan como CEO adjunto e diretor de investimentos da área da gestão de ativos. Uzan encarregar-se-á de gerir a plataforma de fundos da iM Global Partner e, em concreto, a gama de fundos OYSTER. Trabalhará nos escritórios de Paris, estará a cargo da gestão da gama de fundos da sicav luxemburguesa – com ativos sob gestão no valor de 2.000 milhões de euros – e será responsável pela seleção e supervisão das estratégias escolhidas por iM Global para subdelegar a gestão financeira dos seus fundos.

Desenvolvimento de negócio

No departamento de Negócio, a Carmignac nomeou Reinhold Dirschl como diretor de desenvolvimento de negócio para a Alemanha. Dirschl responderá a Nils Hemmer, responsável da empresa francesa na Alemanha e Áustria. A contratação segue uma série de nomeações no mercado germânico. Luis Caceres e Markus Kopp uniram-se à equipa alemã em 2018 e 2019 respetivamente.

Por sua vez, a HSBC Global Asset Management criou o cargo de Global Head of External Wholesale para Thorsten Michalik. Será responsável pela distribuição aos gestores patrimoniais, bancos privados, bancos, gestores de ativos, assessores financeiros independentes e plataformas, e de vendas de ETF nos negócios de clientes institucionais e de retalho. Como parte da sua função, também será responsável pelos desenvolvimentos das associações estratégicas da HSBC Global Asset Management com instituições financeiras mundiais.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido