Apple entra na indústria de gestão de ativos pela mão da DWS


A Apple entra na indústria de gestão de ativos. E fá-lo concentrando-se no Investimento Socialmente Responsável (ISR). A multinacional norte-americana lançou um fundo de investimento para ligar fornecedores com fontes de energia renováveis na China, cuja gestão delegou na DWS, concretamente na equipa de investimentos sustentáveis da gestora alemã, que investirá em projetos de energia renovável na China continental.

Como parte do compromisso da Apple de abordar a alteração climática e de aumentar o uso de energia renovável na sua cadeia de abastecimento, dez fornecedores da Apple e da própria multinacional investirão em conjunto quase 300 milhões de dólares nos próximos quatro anos na China Clean Energy Fund, cujo fundo irá investir e desenvolver projetos de energia limpa no total de mais de um gigawatt de energia renovável na China, o equivalente a alimentar quase um milhão de famílias.

Este é o passo mais sério que a Apple já deu na sua investida na indústria de gestão de ativos. Em 2005 criou Braeburn Capital, um hedge fund com sede em Reno (Nevada) cuja única missão era gerir a liquidez que a multinacional tinha. No ano da sua fundação a Braeburn Capital tinha 8.300 milhões de dólares em ativos sob gestão. Em 2012 chegou a ser o maior hedge fund do mundo, ultrapassando os 110.000 milhões de dólares. Atualmente, o seu património ultrapassa os 270.000 milhões.

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 3 Siguiente

O Mais Lido