Tags: Obrigações | Ações |

Apenas 10,3% dos fundos mobiliários tem retorno negativo a 12 meses


O ano de 2012 tem trazido os retornos positivos de volta aos fundos de investimento mobiliário (FIM) nacionais, um desempenho que é evidente quando se analisam as rendibilidades anualizadas a 12 meses.

De acordo com o mais recente relatório semanal da APFIPP, a 26 de Outubro havia apenas 24 fundos com retornos negativos a um ano, de um total de 234 (excluindo fundos poupança reforma e fundos de pensões), ou seja, uma percentagem de 10,3%.
 
Com desempenho mais negativo está o Infra Invest - FEI (-52,48%), sendo o que está mais perto de inverter a tendência o BPI Alpha - FEI (-0,04%). Entre os 24 fundos, 16 são fundos especiais de investimento (FEI), incluindo os nove com rendibilidade anualizadas negativas mais elevadas.
 
Do lado aposto estão os Espírito Santo Rendimento Fixo IV, VII e IX, respectivamente, com retornos a 12 meses acima de 40%, assim como o Caixagest MIx Emergentes, todos fundos especiais de investimento. A quinta maior rendibilidade a 12 meses pertence ao CA Rendimento Fixo II - FEI, que ascendia a 28,08% a 26 de Outubro, de acordo com o relatório semanal de rendibilidade dos FIM divulgado pela APFIPP.
Empresas