Ano chinês: os melhores fundos do ano do Macaco


O início do ano, na grande maioria das vezes, também serve para fazer o balanço do que se passou no ano anterior. Depois de termos analisado os melhores fundos nacionais do ano passado, é tempo de saber quais foram os fundos que foram "bafejados pela sorte" no ano do Macaco. Relembre-se que o Ano Novo Chinês é celebrado sempre na primeira Lua Nova do ano, e por essa razão é uma celebração cuja data varia todos os anos, oscilando entre o final de Janeiro e o início de Fevereiro. O ano que agora terminou - o do Macaco - vigorou entre os dias 8 de fevereiro de 2016 e o passado dia 27 de janeiro, e segundo a definição milenar, iria ser o ano do "Macaco de Fogo". De acordo com a tradição chinesa, o "Macaco de Fogo" é o mais esforçado de todos os da sua espécie. Pode ser teimoso e argumentativo quando é negativo, no entanto, é afortunado em riscos especulativos e pode correctamente avaliar esses riscos. É, também, um líder e um inovador natural, tal como seguro e determinado.

No período em que vigorou o ano do Macaco, o melhor fundo português foi o BPI Brasil Valor que é gerido por João Caro Sousa, da BPI Gestão de Activos. No período em questão apresenta uma rendibilidade superior a 105%, sendo o único produto nacional que apresenta uma rendibilidade de três digitos no ano chinês, de acordo com os dados disponibilizados pela Morningstar através da sua plataforma online. O fundo gere um património de quase dois milhões de euros e tem como principais investimentos no seu portefólio ações preferenciais do Banco Bradesco, seguido das cotadas Petrobras e Centrais Elétricas Brasileiras.

A BPI Gestão de Activos, além de ser responsável pelo fundo líder, também gere os dois fundos que completam o top três da lista: o BPI Brasil Valor e ainda o BPI Metais Preciosos. O primeiro atingiu ganhos de 77,95% no período, enquanto o segundo ficou perto de uma rendibilidade de 34,5%. Este fundo que investe no Brasil tem como principais posições títulos de dívida soberana do país. Já o BPI Metais Preciosos é um fundo fechado com o maior investimento em carteira a pertencer ao fundo Bakersteel Global Precious Metals S USD.

Os dez fundos nacionais mais rentáveis no ano do macaco

Captura_de_ecra__2017-02-1__a_s_10

Quais os melhores internacionais?

Aumentando a análise para os mais de dez mil fundos existentes para os investidores nacionais, verificamos que o investimento no mercado brasileiro também deu frutos. O melhor fundo, gerido por entidades internacionais, foi o BNY Mellon Brazil Equity que é da responsabilidade da BNY Mellon Global Management. Durante o período em questão atingiu ganhos superiores a 104%.

Com rendibilidades de três digitos ainda surgem mais dois produtos. Um deles é o Pictet-Russian Equities I EUR que é da responsabilidade da Pictet Asset Management. Durante o ano do Macaco este fundo registou ganhos de 101,8%, sendo seguido do Parvest Equity Brazil C EUR C da BNP Paribas Investment Partners que atingiu uma rendibilidade de 100%.

Os dez fundos geridos por gestoras internacionais mais rentáveis no ano do macaco

Captura_de_ecra__2017-02-1__a_s_14

 

 

 

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas