Amundi - Pioneer U.S Dollar Aggregate Bond: captura superior em downmarket e experiência em drawdown


A entidade gestora amAmundi disponibilizou a seguinte informação sobre o fundo Amundi Funds II – Pioneer U.S Dollar Aggregate Bond, classificado com o selo Blockbuster pela Funds People, gerido por Timothy Rowe:

Amundi Funds II – Pioneer U.S Dollar Aggregate Bond

Breve descrição do fundo

O fundo é um fundo obrigacionista denominado em dólares norte-americanos, multi setorial e focado nos Estados Unidos que investe ao longo de uma vasta gama de setores obrigacionistas denominados em dólares norte-americanos, incluindo investment grade core dos Estados Unidos, bem como até 20% de setores non-investment grade e até 15% em setores de países sem serem os Estados Unidos. O fundo é comparado ao índice Bloomberg Barclays U.S. Aggregate.

Principais diferenças com produtos semelhantes no mercado

Outperformance Consistente através de uma Alocação Dinâmica: o fundo ultrapassou consistentemente o seu índice e semelhantes ao longo do tempo, beneficiando da sua abordagem ao investimento diversificada e orientada para o valor. A abordagem flexível a alocação de ativos ajuda a fornecer um forte desempenho em regimes económicos, de taxas de juro e de crédito diferentes.

Exposições ao Risco Diversificadas e Fontes de Alfa: Beneficiando de um conhecimento profundo da sua equipa ao longo de uma vasta gama de setores corporativos, securitizações e de outros, o fundo tende a ser mais diversificado do que outros semelhantes, que se focam apenas no conhecimento setorial corporativo ou estruturado. A maior diversificação do fundo e exposição a setores com baixas correlações, contribuiu para retornos maiores, uma volatilidade mais baixa e risco de falhas reduzido.

A flexibilidade para investir ao longo de uma vasta gama de classes de ativos obrigacionistas, incluindo setores non-investment grade, não norte-americanos e taxas variáveis, aumenta o conjunto de oportunidades e, daí, o potencial para retornos maiores, enquanto fornece também benefícios acrescidos de diversificação devido a baixas correlações. Dentro destas alocações, o fundo tende a ter sobreponderações em setores de crédito; o fundo tem uma competência principal na avaliação e pricing de crédito corporativo e estruturado. Além disso, o fundo é reconhecido pela sua "early mover advantage" em setores não core, incluindo obrigações 'event driven'.

Captura Superior em Downmarket e Experiência em Drawdown: Enquanto o fundo captura fortes retornos em mercados em subida, gera alfa, através, principalmente, de captura suprior em downmarket e drawdowns inferiores aos semelhantes. Em particular, o fundo desfrutou de um forte desempenho em contextos de subidas de taxas de juro, com uma experiência histórica de uma captura menor de downmarket de aproximadamente 40% do que os seus semelhantes e índice. O fundo limita o drawdown através de exposições setoriais diversificadas e prevenção de setores em risco. Além disso, o fundo limita o risco de falhas e evita prejudicar permanentemente o capital através da sua abordagem disciplinada ao limitar concentrações em emissores, combinadas com uma forte investigação de crédito fundamental.

Transparência das Carteiras; Baixo Uso de Derivados: O fundo acrescenta valor ao investir principalmente em obrigações de caixa e, em certas classes de ativos que não estariam acessíveis a concorrentes maiores. O enfoque em mercados de obrigações de caixa e baixo uso de derivados apela aos investidores que procuram transparência nos seus investimentos. Para além disso, o fundo não usa alavancagem nos seus portfolios.

Abordagem Colaborativa: Os gestores de carteiras tomam todas as decisões para as carteiras a nível dos setores, títulos e carteiras, alinhando as decisões de investimento com objetivos específicos de carteiras e tolerâncias de risco. (Aos gestores de carteiras setoriais também lhes é permitido tomar decisões de títulos específicas, dentro de uma indústria em específico e parâmetros de risco especificados pelos gestores de carteiras). Por exemplo, com a sua maior meta de volatilidade conservadora e enfoque em proteger contra o risco de perda, o fundo tende a investir em non-investment-grade de maior qualidade e procurar títulos mais senior dentro destas exposições.

Equipas de Gestão de Carteiras e Setoriais Experientes: A abordagem do fundo baseada em value beneficia das perspetivas da equipa de gestores de carteiras experiente do fundo e especialistas setoriais, que têm um grande conhecimento de value relativo ao longo de uma vasta gama de classes de ativos obrigacionistas. Os gestores de carteiras do fundo, têm uma média de 31 anos de experiência e 19 anos com a Amundi/Pioneer.

Objetivo de investimento (retorno e volatilidade esperados)

O fundo procura ultrapassar o seu índice, enquanto fornece uma volatilidade parecida ao benchmark e controla o risco de downside, através de um investimento dinâmico ao longo de uma gama diversificada de setores de investment grade e non-investment grade obrigacionistas. Este fundo serve como uma alocação core obrigacionista de um investidor, mas pode oferecer possíveis retornos maiores com o seu conjunto de oportunidades acrescido, com uma volatilidade semelhante ao de uma carteira core, devido aos benefícios de diversificação de classes de ativos mais baixas. O fundo segue uma abordagem de investimento ativa e orientada para o valor, acrescentando valor principalmente através de uma alocação de ativos e seleção de títulos.

Metas de desempenho durante um ciclo de mercado:

Volatilidade total:  3%-4% semelhante ao BBG Barclays Us Aggregate Index (benchmark)

Retornos em excesso: 1,0% a 1,5%

Tracking Error: 1,5% a 2,5%

Restrições de Investimento

1

 

Intervalos de duração

+/- 1,5 anos relativos ao índice Bloomberg Barclays Us Aggregate

 

Benchmark e tracking error

1,5% a 2,5% anualizados relativos ao índice Bloomberg Barclays Us Aggregate

Número de títulos e rotatividade

Número total de títulos: 963

Rotatividade: Intervalo normal de 30-40% anuais

Política de risco

A nossa principal definição de risco em relação às nossas carteiras obrigacionistas é o risco de downside. Pretendemos proteger os nossos investidores da perda permanente de capital. A nossa filosofia de investimento value subjaz todas as decisões de investimento; voltamos sempre à mesma pergunta: “Estamos a ser compensados pelo risco?” Construimos carteiras com um enfoque no risco e retorno tanto em absoluto bem como em relação ao benchmark, com ênfase em especial na proteção contra o downside. Neste contexto, monitorizamos constantemente o crédito (incluindo setor/indústria, qualidade e emissor), taxas de juro, risco de país, e a interação com as novas correlações entre estes riscos.

Política de liquidez

Procuramos sempre investir em títulos líquidos e procurar limitar investimentos ilíquidos até 10% da estratégia.

Cobertura cambial

O fundo investe 100% em títulos denominados em dólares norte-americanos.

Uso de derivados

O fundo não utiliza alavancagem. O enfoque do fundo no mercados de obrigações de caixa e baixo uso de derivados apela aos investidores que procuram transparência nos seus investimentos. Usamos principalmente futuros de tesouraria para estabelecer uma duração e um posicionamento da curva de yield.

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido