Allfunds lança uma ferramenta de procura de classes sob o contexto MiFID II


A Allfunds, a plataforma para clientes institucionais líder na Europa, lança a Share Class, uma solução para facilitar a procura de classes de fundo disponíveis por tipo de clientes, serviço e custo. Tudo isso sob o contexto MiFID II. Esta ferramenta permite a procura de classes de ações dos fundos disponíveis no mercado, assim como de classes atualmente não disponíveis. Através desta ferramenta, a Allfunds coloca à disposição dos seus clientes toda a informação necessária para que possam procurar a classe que melhor se adeque aos requisitos regulatórios. A procura pode ser feita através de três critérios: tipo de cliente, tipo de serviço e custo.

As gestoras internacionais aumentaram, na última década, o número de classes dos seus fundos que, em muitos casos, ultrapassam a dezena de variantes para um mesmo produto. Classes institucionais, para retalho, com ou sem comissão de entrada, para coletivos ou clientes especiais, etc. Esta diversidade provoca um problema para os distribuidores que têm de escolher em cada momento a classe mais adequada para o seu cliente em função de várias variáveis. Este problema aumentou nos últimos anos, à medida que os supervisores foram definindo mais os diferentes serviços que se oferecem ao cliente e a categorização de cada um deles. É de esperar que as entidades escolham as classes mais benéficas para os clientes considerando que com a chegada da MiFID II é proibida a retenção das retrocessões nos serviços de gestão discricionária e em consultoria independente.

Para resolver este problema, a Allfunds desenvolveu a solução Share Class para oferecer uma ferramenta que permite aos seus clientes terem a certeza de que a distribuição se ajusta aos parâmetros marcados por cada classe e aos serviços de investimento prestados.

Dentro do portal da Allfunds, irão dar acesso a uma solução integral com mais de 80.000 fundos no qual poderão consultar as classes disponíveis e a informação necessária para a escolha da mais adequada. Além disso, poderão ser consultados os EMT (European MiFID Template), os cenários de rentabilidade através do EPT (European PRIIPS Template) e dados de custos para o reporting ex ante e ex post, com acesso a esta informação toda através do portal de web dedicado ou ficheiros FTP, permitindo a alimentação de sistemas externos.

Juan Alcaraz, diretor executivo da Allfunds, declarou: “A ferramenta Share Class é uma solução única criada pelo departamento Digital da Allfunds para ajudar os nossos clientes no contexto da MiFID II. Identificámos que a MiFID II representará um grande impacto para os distribuidores, e esforçámo-nos em lhes oferecer esta valiosa ferramenta, que permite e facilita a distribuição de fundos de investimento num contexto digital. Através do nosso portal online, os clientes poderão aceder a uma solução integral para cumprir com os requisitos normativos. Focámo-nos em colocar uma tecnologia de ponta ao serviço dos nossos clientes para ajudá-los a otimizar as suas atividades diárias enquanto cumprem com os requisitos da MiFID II. Fico orgulhoso que a Allfunds tenha lançado esta solução digital para que os nossos clientes possam aceder aos dados todos que necessitam sem que os custos disparem, num contexto digital”.

Empresas

Notícias relacionadas

MiFID II vs UCITS?

O 30º aniversário de UCITS cruzou-se com a chegada da MiFID II e, perante esta coincidência, o relatório da consultora Broadridge, "From big bang to a galaxy of stars: An assessment of UCITS after 30 years of evolution", questiona-se que efeitos poderá ter a nova normativa em vários segmentos da indústria europeia de gestão de ativos.

Anterior 1 2 3 Siguiente

O Mais Lido