Adeus a uma lenda das obrigações: Bill Gross reforma-se


Outra lenda da gestão de ativos pendura as botas. Bill Gross, que chegou a ser o gestor do maior fundo de obrigações do mundo, anunciou que se vai reformar. Segundo o comunicado emitido pela Janus Henderson, Gross decidiu retirar-se da gestora para se focar na gestão dos seus ativos pessoais e na sua fundação.

Aos 74 anos, Gross põe fim a uma carreira profissional de 40 anos. O pioneiro do investimento em obrigações consolidou a sua carreira com a fundação da PIMCO em 1971, onde exerceu os cargos de diretor geral e diretor de investimentos. Aí, geriu magistralmente o PIMCO Total Return Bond Fund, fundo que chegou a ser o maior veículo de obrigações do mundo.

Em 2014 deu o salto da sua própria empresa para iniciar uma nova etapa na Janus Capital (agora Janus Henderson) onde geria até ao momento o Janus Henderson Global Unconstrained Bond Fund e estratégias relacionadas.

“Tive uma viagem maravilhosa nos últimos 40 anos da minha carreira, tentando sempre colocar os interesses dos meus clientes em primeiro lugar enquanto inventava e reinventava a gestão ativa de obrigações. Tenho tantos amigos e parceiros a quem agradecer nas minhas duas empresas. Nada é possível sem uma equipa que trabalha unida por um interesse comum”, afirma Gross. 

Substituição nos comandos

Durante o seu tempo atrás da estratégia do Unconstrained o fundo não conseguiu ultrapassar o seu índice, o Libor a 3 meses. A estratégia do Total Return, também sob a sua gestão, ultrapassou o US Aggregate no final de 2018, segundo dados que a Janus Henderson fornece.

A partir de agora, as responsabilidades do Global Unconstrained Bond vão ser assumidas pela equipa de Global Macro Fixed Income que apoiou Gross nos últimos quatro anos. “A equipa reflete as capacidades do Kapstream, adquirido pela Janus Henderson em 2015. Colocou-se em marcha uma transição organizada”, assegura a gestora. Nick Maroutsos, corresponsável de Global Bonds, irá assumir as rédeas como gestor da estratégia. Vai trabalhar juntamente com Gross até ao dia 1 de março de 2019, data na qual a saída será efetiva.

No próximo dia 15 de fevereiro, os fundos desta estratégia, domiciliados nos Estados Unidos e na Irlanda, irão passar a chamar-se Absolute Return Income Opportunities, uma vez que “reflete melhor os nomes das estratégias das carteiras do Kapstream existentes e geridas sob essa filosofia”. Não fará, não obstante, mudanças no objetivo de investimento do fundo ou nas suas guidelines.

Empresas

Notícias relacionadas

PIMCO: a vida sem Bill Gross… é vida

Depois de uma longa travessia pelo deserto pela qual a entidade teve de passar depois da saída do seu gestor e as subsequentes consequências nas suas principais estratégias, a empresa conseguiu escapar do fantasma da depreciação e está a ser capaz de voltar ao rumo certo.