Acordo do Eurogrupo sobre Grécia é “grande notícia” para Portugal


O Eurogrupo chegou a acordo, ao final de três reuniões, sobre o plano de ajuda financeira à Grécia, uma notícia que beneficiará Portugal, que, segundo afirmou Jean-Claude Juncker, poderá usufruir das mesmas condições que foram acordadas na segunda-feira, nomeadamente a dilatação do prazo para pagamento dos empréstimos.

É “uma grande notícia para Portugal”, afirma Javier Flores, responsável pelo gabinete de estudos e análise, da Asinver, à Funds People Portugal. Pelas suas “implicações positivas tanto sobre os custos de financiamento de Portugal, que poderá beneficiar de uma redução das taxas de juro, como sobre a banca portuguesa, ao ponto de ser possível a filiar grega do BCP, o Millennium Bank, poder beneficiar do plano de 24 mil milhões de euros para recapitalizar a banca grega”, salienta.

Javier Flores refere que a saúde do sistema bancário continuar a ser “chave para a recuperação portuguesa”; menciona que a dependência de financiamento do BCE “se mantém relativamente estável e que os depósitos de particulares mostram um aumento em linha com a tendência dos últimos meses”. Neste contexto destaca o facto de um banco (o BES, que colocou dívida sénior a três anos, no montante de 750 milhões de euros), ter conseguido emitir dívida, o que acontece pela primeira vez desde Abril de 2010 e que teve forte procura. “Algo que proximamente deverá ser replicado por outras entidades representando um alívio para o sector”. Além disso, “não descartamos que o Tesouro português esteja em situação de fazer as próximas emissões, pensando numa reabertura do mercado de dívida”, considera o responsável pelo gabinete de análise e estudos da Asinver.

Notícias relacionadas

O Mais Lido