Abertura de conta 100% digital: o exemplo da Optimize IP


A pandemia de COVID-19 acabou por ser um acelerador para muitos negócios, principalmente no que à digitalização diz respeito. Da parte de várias gestoras internacionais esse mesmo feedback tem sido dado à FundsPeople. Sasha Evers, da BNY Mellon IM, realçava por exemplo que “olhando para o futuro, a forma como comunicamos com o cliente vai melhorar. Tudo o que estiver relacionado com o mundo digital ganhará relevância”.

Exemplo disso em terreno nacional foi a mais recente incursão da gestora Optimize Investment Partners na abertura de conta 100% digital. Como conta Nuno Santos, executive board member, a entidade “estabeleceu um protocolo com a AMA – Agência para a Modernização Administrativa, que permite que quem tenha ou queira aderir à Chave Móvel Digital (CMD) possa abrir conta na Optimize Investment Partners de forma muito simples e rápida”. Um meio de “autenticação e assinatura digital certificado pelo Estado português” e que, como conta Nuno Santos, “permite ao utilizador assinar documentos digitais através do seu login”. Desnecessário passa a ser “o tradicional envio de cópia autenticada do documento de identificação e do comprovativo de morada, por exemplo”.

O “empurrão” da pandemia

O feedback reportado pela Optimize IP não podia ser melhor. O profissional atesta uma grande recetividade por parte dos clientes em relação à abertura de conta digital, tudo fruto do “empurrão” dado pelo contexto que vivemos. “A pandemia mundial de Covid-19 que estamos a atravessar acabou por forçar, mesmo os clientes mais resistentes às novas tecnologias, a aderirem a esta forma de abertura de conta, pois não o conseguiriam fazer de outra forma em condições de segurança”, relata. Segurança, mas também comodidade, diz Nuno Santos, que ressalta que deste modo “o cliente pode efetuar a abertura de conta a partir do seu telemóvel em qualquer lugar sem ter de se deslocar”.

Os resultados da iniciativa estão à vista: “Podemos mesmo referir que nesta altura mais de 90% das aberturas de conta que estamos a efetuar são digitais e não temos dúvidas que esta será a tendência no futuro mais próximo”, conclui Nuno Santos.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido