Tags:

Aberdeen Standard Investments irá gerir um dos fundos de Woodford


A gestora Aberdeen Standard Investments (ASI) anunciou recentemente que foi eleita pela Link Fund Solutions Limited, pertencente à Link Asset Services, sócia de Neil Woodford, como a nova gestora de um dos fundos do gestor estrela. Concretamente, daqui em diante estará responsável pela gestão dos 267 milhões de libras pertencentes ao LF Woodford Income Focus Fund.

A operação, sujeita a aprovação por parte do regulador, implica que, a partir de agora, o fundo se passe a denominar LF ASI Income Focus Fund estando sob de gestão Charles Luke e Thomas Moore, que contarão com uma equipa formada por 16 membros da equipa de equity da Aberdeen Standard Investments, dirigida por Andrew Millington.

Segundo o que foi publicado num comunicado, a prioridade da Aberdeen no que diz respeito a este fundo é reposicionar a sua carteira da melhor forma possível, com o objetivo primário de fazer face às necessidades dos seus atuais participantes, entre as quais a de lhes dar a liquidez perdida dado que o fundo foi encerrado há alguns meses. De facto, o objetivo é levantar essa suspensão em fevereiro de 2020, o mais tardar. Além disso, o referido produto permanecerá sem comissões até 31 de maio de 2020, maximizando assim a rendibilidade potencial que pode ser alcançada sob esta nova equipa de gestão.

“A equipa e eu sentimo-nos honrados por termos a oportunidade de atuar como gestor de investimentos do LF ASI Income Focus Fund. Reconhecemos os problemas que em muito possam ter pesado na consciência dos investidores do fundo durante os últimos meses e estamos determinados a mudar as coisas a seu favor. Reposicionaremos o fundo para uma carteira focada nos nossos nomes favoritos e líquidos de ações do Reino Unido, com o objetivo de gerar um crescimento sustentável a longo prazo dos rendimentos para os seus investidores. A escala do nosso negócio de equity britânico significa que iremos gerir a rotação de ações para minimizar custos e posicionar o fundo no bom caminho para o ano de 2020 e para os anos seguintes”, afirma Andrew Millington, diretor de Ações do Reino Unido na Aberdeen Standard Investments.

 
Empresas

Notícias relacionadas