Tags: Negócio |

Schroders lança um programa para ajudar ao desenvolvimento de start ups que desenvolvem serviços fintech


A Schroders deu mais um passo na sua aposta para a inovação tecnológica com a apresentação da parceria do programa Cobalto. Trata-se de um programa imersivo que foi desenhado para ajudar as start-ups focadas no âmbito dos serviços financeiros a colaborar com a Schroders de maneira a sustentar o seu desenvolvimento. Concretamente, a gestora dirige-se às empresas tecnológicas que se tenham superado na fase conceptual ou de crescimento inicial, e que ofereçam soluções relevantes para a gestão de investimentos.

As empresas selecionadas beneficiarão de um acesso direto às áreas de negócio da Schroders mais adequadas ao seu perfil, assim como a recursos e investimento potencial. As start-ups serão avaliadas em função de uma série de critérios para garantir que estão estreitamente alinhadas com a cultura e prioridades empresariais da Schorders. A Cobalto também está a pensar identificar que soluções inovadoras destas empresas poderiam começar a gerar lucros tangíveis num prazo de 12 meses.

Peter Harrison, CEO da Schroders, comentou que a Cobalto “demonstra que oferecemos o contexto ideal para as start-ups fintech e proporciona-nos um acesso direto a um leque de empresas inovadoras que nos permitem aproveitar a tecnologia de amanhã para abordar melhor os desafios atuais do setor e do âmbito dos investimentos.

A Schroders e as start-ups participantes ­— que se estabeleceram na sede da Schroders — formalizarão um acordo à medida, em que será especificada a duração e a conclusão da colaboração. A partir da empresa, indicam que os candidatos ao programa Cobalto já podem apresentar as suas solicitações.

 

 

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido