Tags: Gestores | Negócio | ETF | Ações |

A que se deveram os resgates no mês de maio?


Do lado do ActivoBank, João Graça dá destaque à “manutenção de fundos de ações brasil no top de resgates onde a escalada de tensões nas ruas poderá ter um impacto económico forte, levando os clientes a optar por sair”. Acrescenta ainda que “há muitos clientes a realizar algumas tomadas de valias em fundos cuja subida foi significativa nos últimos anos e a demarcarem-se de algumas soluções mais globais de ações e obrigações”.

Quanto aos resgates registados no Banco Best, Rui Castro Pacheco esclarece que “o maior volume de resgates foi em tesouraria USD, eventualmente de alguns investidores que estavam a apostar numa valorização desta moeda que acabou por não se valorizar face ao Euro nas últimas semanas”. Acrescenta ainda que houve alguns resgates em tesouraria Euro e “uma rotação de alguns setores nas ações, com saídas de Portugal e Itália”.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas