Tags: Negócio |

A pontuação que os selecionadores e os assessores financeiros atribuem às gestoras de fundos


A SharingAlpha é uma fintech israelita que se propôs a aplicar ao mundo dos fundos de investimento uma metodologia de análise muito longínqua dos modelos tradicionais baseados na rentabilidade histórica. O seu objetivo é centrar-se nos critérios qualitativos, que – segundo revelam alguns estudos – são os que permitem gerar rentabilidades consistentes a longo prazo. A estratégia da empresa baseia-se em classificar os fundos de investimento a partir das valorizações qualitativas proporcionadas por consultores e selecionadores de fundos de todo o mundo. Atualmente já contam com 400 analistas de fundos de 32 países distintos, que cobrem mais de 100.000 fundos domiciliados em 110 países. A metodologia que utilizam permite-lhes contrastar as opiniões dos selecionadores com a evolução real dos fundos e estabelecer um ranking não só com os produtos mais valorizados, mas também com os melhores selecionadores de fundos e as melhores gestoras.

Relativamente a este último ponto, a SharingAlpha deu a conhecer o ranking das entidades mais bem pontuadas pelos selecionadores e assessores financeiros que estão dentro da sua plataforma. O intervalo de valorização move-se entre 1 (a nota mais baixa) e 5 (a máxima). Abaixo de 2 equivale a um insuficiente, 3 aprovado e mais de 4,5 poderá interpretar-se como excelente. Todas as entidades foram classificadas por um número de selecionadores e consultores financeiros suficientemente amplo, de forma a serem dados muito representativos. Os resultados mostram que a BNY Mellon IM e a Robeco são, até este momento, as entidades às quais os seus clientes atribuem melhor pontuação (4,89 pontos, respetivamente). A primeira foi avaliada por 33 profissionais, enquanto que a entidade holandesa foi escolhida por 24. Muito de perto aparecem a Nordea (4,88), que conta com o fundo mais popular, e a UBS AM (4,85).

Em seguida apresenta-se o ranking das 25 gestoras melhor valorizadas por parte dos seus clientes, indicando o número de avaliadores que classificaram a entidade, o número de fundos que seguem a e nota obtida por cada entidade.

Sharing alpha gestoras

 

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido

Próximos eventos