Tags: Negócio |

A música vai acabar, já tem a sua cadeira?


Mercados tiveram uma semana fora do normal para período de férias, não só pela paragem nada habitual da bolsa electrónica Nasdaq durante 3 horas, mas porque pela primeira vez as minutas do FED indicam claramente que o fim do Quantitative Easing vai começar, faltando apenas uma data precisa

Foi exactamente com isso em mente que o mercado antecipando a decisão subiu a Yield a 10 anos americana de 1,5% para os 2.9% (gráfico) no último ano. Como vai ser a reacção da economia e dos mercados é tudo menos certo, a volatilidade é a única componente que deverá ser omnipresente, até porque existem igualmente as questões da nomeação do próximo presidente do FED e o orçamento para aprovar. Ambas tarefas nada pacificas e são o tónico ideal para uma rentrée em Setembro com muito movimento e oportunidades de negócio

Como consequência da clarificação do FED os mercados emergentes tiveram a pior semana dos últimos 2 meses, devido à sua dependência em empréstimos baratos em dólares, o que tem os dias contados. Não só isso como o capital que tem sido desviado por não ter oferta no mercado de rendimento fixo retornará aos poucos ao seu habitat natural, provocando o desinvestimento em fundos de mercados emergentes e matérias-primas

Em termos de notícias destaco:

a) BlackRock, a maior gestora de capital do mundo afirma que as taxas de juros nos Estados Unidos vão subir acima dos 3% e Bundesbank dá indicações que na Europa os juros também podem ficar mais caros

b) Moodys pondera descer o rating de quatro dos principais bancos americanos, Goldman Sachs Group Inc. (GS), JPMorgan Chase & Co. (JPM), Morgan Stanley (MS) e Wells Fargo & Co. (WFC) são os visados

c) Amgen, a maior biotecnológica a nível mundial vai adquirir a Onyx Pharmaceuticals por $10.4 mil milhões em dinheiro ou $125/acção para enriquecer o seu portefólio no tratamento do cancro

d) Steve Ballmer, o CEO da Microsoft vai deixar o cargo daqui a 12 meses, os títulos da maior empresa de software do mundo subiram 8% em resposta ao anúncio, uma clara indicação de que o mercado não morria de amores pelo primeiro gestor de negócios contratado por Bill Gates em 1980

Esta semana importa ter em atenção os dados relativos ao índice de confiança empresarial na Alemanha assim como o PIB e Produção industrial nos Estados Unidos

O Mais Lido