Tags: Negócio |

A ‘mão cheia’ de fundos de ações positivas em 2016


O ano de 2016 tem sido um pesadelo para os fundos de investimento. Depois da enorme volatilidade que puxou as rendibilidades para baixo nos primeiros três meses do ano, os últimos tempos têm revelado prometedores para as valorizações dos fundos.

Segundo os dados publicados pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP – com término a 27 de maio, existem apenas cinco fundos de ações portugueses que conseguem estar positivos em 2016. No entanto, para esta análise apenas entras as seguintes categorias da Associação: Ações Nacionais; Ações da UE, Suíça e Noruega; Ações América do Norte; Ações Sectoriais; e ainda Ações Internacionais.

Desses, apenas um regista valores superiores a 1%. Trata-se do Montepio Euro Energy, que no período em análise chega aos 3,42% de ganhos. Este fundo é gerido pela Montepio Gestão de Activos e geria, no final de abril, mais de 4,7 milhões de euros. O sector investe no sector europeu de energia e tinha, como principais investimentos, a Total SA, a Royal Dutch Shell ou a BP. Estas três cotadas representavam, no final de abril, cerca de um quarto da carteira.

Restantes à “tona da água”

Os outros quatro fundos não conseguem atingir 1% de ganhos em 2016, até ao dia 27 de maio. O primeiro desta lista é o IMGA Ações América que é gerido pela IM Gestão de Ativos. No período em análise regista ganhos de 0,33%, e o seu património a ficar perto dos 7,75 milhões de euros. O maior investimento em carteira é realizado no gigante norte-americano Apple, sendo seguido da UnitedHealth e da Johnson & Johnson.

Com ganhos de 0,27% surge o BPI África. Sob responsabilidade da BPI Gestão de Activos, o fundo investe no continente africano, contando com um património de quase 6 milhões de euros. O maior investimento em carteira é realizado na Naspers, seguido da Safaricom.

Os restantes dois produtos não conseguem superar os 0,2% de ganhos. Com 0,19% surge o Montepio Euro Utilities, da Montepio Gestão de Activos, seguido do Caixagest Ações Líderes Globais, da Caixagest, com ganhos de 0,16%

Os fundos de ações positivos em 2016

Fundo Gestora Rendibilidade 2016
Montepio Euro Energy Montepio Gestão de Activos 3,42%
IMGA Ações América IM Gestão de Ativos 0,33%
BPI África BPI Gestão de Activos 0,27%
Montepio Euro Utilities Montepio Gestão de Activos 0,19%
Caixagest Ações Líderes Globais Caixagest 0,16%

Fonte: APFIPP a 27 de maio

Empresas

Notícias relacionadas