Tags: Negócio | ETF |

A indústria de ETP regista captações líquidas por 10.600 milhões de dólares em Fevereiro


A indústria de produtos cotados (ETP) registou em Fevereiro captações líquidas no valor de 10.600 milhões de dólares, o que possibilitou o melhor arranque dos primeiros meses do ano na classe acções. Após uma procura elevada por activos de risco durante o mês de Janeiro, os fluxos em direcção a produtos cotados foram mais moderados em Fevereiro. Os ETP de mercados desenvolvidos continuaram a ter um grande dinamismo no mês passado ao captarem 13.000 milhões. Os fundos sectoriais captaram 4.700 milhões, liderados pelo sector imobiliário com 1.500 milhões de dólares, num contexto de melhoria dos indicadores económicos no mercado habitacional norte-americano.

Segundo a última edição do ETP Landscape Report da BlackRock relativa ao mês de Fevereiro, no que concerne ao segmento obrigações, os produtos cotados com vencimentos curtos - incluídos os produtos de ultra curto prazo, curto e taxa variável - registaram fluxos na ordem dos 4.000 milhões de dólares, enquanto que o resto dos produtos com vencimentos diferentes tiveram saídas de capital na ordem dos 1.300 milhões de dólares em Fevereiro. Também, os produtos cotados sobre o ouro captaram cerca de 5.600 milhões de dólares e, até à data, este ano, registam um total de 6.800 milhões.

Segundo explica Dodd Kittsley, responsável mundial de análise de ETP da BlackRock, “enquanto que os fluxos para produtos cotados se moderaram durante o mês de Fevereiro, a contínua procura por estes produtos no segmento de acções levou a que se atingisse o valor mais alto entre os meses de Janeiro e Fevereiro, 47,1 mil milhões de dólares. Os investidores mostraram, igualmente, padrões de rotação na duração, passando para o ramo curto da curva de taxa de juro, onde os fluxos captados ascenderam a 4.000 milhões de dólares durante o mês", assegura este profissional da BlackRock.

Anexos

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido