Tags: Negócio |

A fotografia da literacia financeira dos portugueses


Muito se tem falado sobre a literacia financeira dos portugueses nos últimos tempos. Pelas piores razões, o conhecimento da população nacional tem sido alvo de debate e, provavelmente, tiram-se conclusões precipitadas sobre o assunto.

A International Network on Financial Education (INFE) da OCDE divulgou recentemente um relatório sobre tendências e desenvolvimentos recentes na Europa em matéria de formação financeira. Do conjunto de dados são também refletidos resultados preliminares de um inquérito à literacia financeira realizado em 2015 em mais de 20 países, onde se inclui Portugal.  

Acima da média

Segundo os dados que a CMVM publica no seu site citando esse mesmo relatório, Portugal ficou acima da média dos países europeus no que diz respeito ao conhecimento dos conceitos de inflação e de diversificação de risco. 87% mostram saber o que é a inflação, comparativamente com a média de 79% nos países europeus. Também acima da média estão em conceitos como a diversificação de carteiras de ações. 73% dos inquiridos compreendem o conceito quando investem no mercado de capitais, e entendem que contribui para a redução do risco. Esta amostra compara com 63% de média europeia.

Acima da média dos países europeus, Portugal está ainda em questões relacionadas com comportamentos financeiros. É referido, por exemplo, que 82% analisaram algum tipo de informação antes de contratarem um produto financeiro, contrastando com a  média de 49% nos países europeus. Igualmente acima da média estão no controlo das finanças pessoais. 79% dizem conferir sistematicamente as suas finanças pessoais, face aos 71% médios dos congéneres europeus.

Dos que menos recorrem a informação independente

Em sentido contrário está por exemplo o recurso a informação independente na escolha de produtos financeiros. Apenas 6%, e abaixo da média europeia, diz optar por este serviço, revelando  preferência pelo aconselhamento ao balcão.

Na média com o resto da Europa, os portugueses estão em temas como a identificação dos juros de um empréstimo, no cálculo de juros simples, e na identificação da relação entre remuneração e risco.

Notícias relacionadas